Oi começa a implementar 4,5G no Rio de Janeiro

Foto: geralt / Pixabay.com

[Publicado no Mobile Time] A Oi começou a migração da sua rede móvel no Rio de Janeiro para a tecnologia 4,5G. Em alguns locais da cidade já é possível se conectar neste padrão. Um smartphone utilizado por Mobile Time conseguiu acessar a rede 4,5G da Oi na manhã desta quinta-feira, 4, no bairro de Botafogo, atingindo velocidades de 124 Mbps no download e 21 Mbps no upload. A migração de todas as ERBs na capital fluminense será concluída antes do Natal, promete o diretor de engenharia da operadora, André Ituassu, em entrevista para este noticiário. A rede da Oi no Rio de Janeiro é fornecida pela Nokia.

Teste de velocidade na rede 4,5G da Oi no Rio de Janeiro. Note-se o símbolo de 4G+ no alto da tela.

O projeto envolve a troca de hardware nas torres por modelos capazes de combinar diferentes frequências e preparados para atuar no futuro com 5G, dentro do conceito de arquitetura de rede conhecido como "single RAN". Em uma primeira fase, a rede 4,5G da Oi combina as frequências de 1.800 MHz e 2.600 MHz, que originalmente são usadas para 2G e 4G, respectivamente. Em breve a faixa de 2.100 MHz também será agregada ao 4,5G. Na prática, são aproveitados pedaços ociosos dessas frequências para melhorar a conexão de quem tem um aparelho compatível com 4,5G. "Isso maximiza o uso do espectro", explica o executivo.

A Oi já opera com 4,5G em 35 cidades brasileiras. São elas: Manaus/AM; Presidente Figueiredo/AM; Lauro de Freitas/BA; Salvador/BA; Simões Filho/BA; Fortaleza/CE; Maracanaú/CE; Maranguape/CE; Goiânia/GO; Paço do Lumiar/MA; São José de Ribamar/MA; São Luiz/MA; Raposa/MA; Ipatinga/MG; Bocaiuva/MG; Beunópolis/MG; Divinópolis/MG; Corinto/MG; Varginha/MG; Belém/PA; Ananindeua/PA; Marituba/PA; João Pessoa/PB; Bayeux/PB; Santa Rita/PB; camina Grande/PB; Olinda/PE; Recife/PE; Cabo de Santo Agostinho/PE; Jaboatão dos Guararapes/PE; Paulista/PE; Armação de Búzios/RJ; Natal/RN; Porto Alegre/RS; e Palmas/TO.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.