FCC vai investigar denúncias de troca de favores para apoiar fusão Comcast-TWC

Previsto para encerrar no próximo dia 8, o prazo para a consulta pública a respeito da revisão da fusão entre Comcast e Time Warner Cable foi estendido pela agência reguladora norte-americana, a Federal Communications Commission (FCC) – a nova data para entregar as contribuições é o dia 29 de outubro. A entidade afirma que acatou um recurso da operadora de DTH norte-americana Dish Network, que alegava que a Comcast não teria respondido completamente a requisição de informações e de dados feita pela FCC dentro do prazo encerrado em 11 de setembro, adicionando novos fatos posteriormente. Em especial, a Dish se refere à acusação de que a Comcast teria recebido propostas de "troca de favores" para receber apoio na fusão, como carregar canais e concordar em trocar tráfego gratuitamente. Essas acusações só foram entregues no final do mês passado.

Notícias relacionadas
A Comissão ressalta que a Comcast entregou um documento de 850 páginas contendo "nova informação que não era parte da aplicação inicial; especificamente uma declaração econômica incluindo uma análise empírica investigando a questão da discriminação da Comcast com a programação não-afiliada". A entidade diz que esse material deveria ter sido apresentado antes e que demanda uma análise com mais tempo. A FCC, assim, também aumenta o período de consulta pública para receber mais contribuições à luz dos novos materiais submetidos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.