Vivo lança telefone fixo para clientes de celular

Sob a pressão da concorrente TIM e seu novo serviço unindo telefonia fixa e móvel, a Vivo anunciou nesta quarta-feira, 3, um projeto piloto para atender a mesma clientela. O pacote, ainda sem nome, deverá ser oferecido em 400 localidades do Paraná e de Santa Catarina. Como a Vivo não possui freqüências para fornecimento na rede fixa, o serviço funciona, na verdade, como um pacote diferenciado de tarifas para ligações do celular para telefones fixos.
O conjunto oferecido nas lojas simulará o telefone fixo tradicional. Os clientes terão, além do tradicional celular, um aparelho fixo ? com fio e alimentado pela rede elétrica ? que responderá com o mesmo número do telefone móvel. A única vantagem é a possibilidade dos clientes que abandonaram a telefonia fixa voltarem a ter um aparelho residencial usado por toda a família. ?Fizemos pesquisas de mercado e tem muita gente que não quer ter só o celular, mas também um telefone dentro de casa?, conta o gerente da divisão de oferta segmentada da Vivo, Fábio Freitas.
Estranhamente, a Vivo também destaca a portabilidade do seu novo equipamento fixo ? fornecido pela Huawei e que funciona em CDMA ?, ignorando que o celular já é o carro-chefe da portabilidade para os clientes.

Oferta associada

O custo do serviço da Vivo será abaixo da assinatura básica das concessionárias e chegará ao mercado pelo valor de R$ 29,50. Porém, o pacote só será vendido associado a algum plano pós-pago de celular já oferecido pela empresa. Assim, os novos clientes da Vivo desembolsarão, no mínimo, R$ 62,50, caso optem pelo menor plano móvel da operadora, de 35 minutos mensais. Também haverá um custo para a compra do aparelho, ainda não divulgado pela empresa. O pacote também pode ter algum tipo de fidelidade, já que a empresa ainda não decidiu se irá subsidiar o equipamento ou não.
O gerente da Vivo negou que a falta de informações detalhadas sobre a oferta seria causada pelo lançamento apressado do serviço. ?Não tem nada a ver com a TIM. Este é um lançamento que já estava previsto?, afirmou Freitas. A Vivo também nega estar mirando especificamente na concorrência com a Brasil Telecom. Há duas semanas, a Vivo lançou, em Brasília, um outro produto para aproveitar a ociosidade de parte da rede CDMA: o Vivo Flash, oferecendo banda larga fixa via rede móvel. Coincidentemente, o piloto do serviço ficou restrito às cidades da área da Brasil Telecom, assim como acontecerá com o pacote fixo anunciado hoje.
Segundo Freitas, a escolha da cidade se baseou no perfil da clientela. Nas cidades do Sul, existiria uma diversidade de consumidores bastante ampla ocupando áreas geográficas relativamente pequenas, facilitando a análise dos resultados do projeto piloto, alegou o gerente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.