Pesquisa indica insegurança de teles quanto à migração para LTE

As operadoras celulares, em sua maioria, não se sentem preparadas a migrar para redes de quarta geração (LTE) no que diz respeito à "gestão de oportunidades e riscos que essa transição implica." Foi o que responderam representantes de 57% das operadoras móveis presentes em recente evento realizado pela WeDo Technologies em Portugal. Um ano antes, pesquisa similar no mesmo evento indicara que apenas 40% das operadoras tinham essa impressão de não estarem preparadas para os efeitos do 4G em seus negócios.

Cabe lembrar que a WeDo é uma fornecedora de soluções de garantia de receita e de combate à fraude. Os executivos presentes em seu evento são, em sua maioria, ligados às áreas de TI e de garantia de receita. A preocupação externada na pesquisa, portanto, se refere menos a questões de engenharia de rede de telecom e mais a negócios e a TI. Em comunicado enviado à imprensa sobre a pesquisa, o presidente mundial da WeDo, Rui Paiva, escreve: "A demanda por tráfego de dados está dirigindo o lançamento do 4G globalmente e departamentos de marketing e vendas estão reagindo rapidamente, mas os riscos associados precisam ser cuidadosamente considerados para garantir que os serviços sejam seguros". O estudo também indicou que pouco mais de um terço dos entrevistados considerou a migração para 4G realizada por sua operadora um sucesso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.