Brasil é responsável por 50% do VOD na América Latina

Segundo estudo da Dataxis realizado em 2012 e divulgado agora, o Brasil é responsável por metade do mercado de vídeo on demand (VOD) na América Latina. A estimativa do estudo é de que, até 2017, a base do serviço chegará a 13 milhões de assinantes. Em 2011, o Brasil tinha 310 mil usuários ativos do serviço e, em 2012, chegou a 1,1 milhão. Este ano, a previsão é que atinja 2,48 milhões de assinantes e, até o final de 2014, serão 4,2 milhões. Em média, o crescimento do alcance de serviços VOD é de 50% ao ano no País.

Em volume de transações, em 2012 os brasileiros registraram pouco mais de 21 milhões de aquisições de serviços, como exibição de filmes, transmissão de shows e eventos esportivos. Para este ano, o número deve saltar para 48,7 milhões de transações, segundo a Dataxis.

Entre os prestadores do serviço no Brasil estão players como ClaroVideo, Now (Net), Netflix e NetMovies. Nos EUA, dos 190 milhões de internautas, 80% assinam serviços de transmissão de conteúdo via Internet.

Para a distribuidora de conteúdos DLA, que tem seu produto comercializado em toda a região e já chegou ao País através do ClaroVideo, embora tenha limitações na oferta de banda larga, o Brasil tem grande potencial de crescimento dos serviços de vídeo on-demand, com novos investimentos em banda e com a adesão do público aos serviços em smartphones e tablets.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.