Cisco e Juniper disputarão contratos de LTE no Brasil

A disputa pelos contratos de fornecimento e implementação de redes de quarta geração (4G) de telefonia celular no Brasil não será limitada aos fabricantes tradicionais de redes móveis (a saber: Alcatel-Lucent, Ericsson, Huawei, Nokia Siemens,  ZTE e, em menor escala, Samsung). É esperada também a participação da Cisco (através de sua subsidiária Starent) e da Juniper, que ambicionam uma fatia do core das novas redes, relatam fontes do mercado. Contudo, essas empresas terão que convencer as teles de que vale a pena dividir as redes entre core e acesso, com fornecedores distintos, pois os fabricantes tradicionais deverão apresentar propostas de soluções fim a fim. Aliás, boa parte dos testes realizados no Brasil com LTE foram feitos com soluções fim a fim, vide o caso da Oi, pois isso facilita a implementação e geralmente é mais barato.

Notícias relacionadas
A seu favor, Cisco (Starent) e Juniper contam com o fato de o LTE ser um padrão totalmente IP, conferindo ao core da rede uma importância maior do que em gerações anteriores. Cisco e Juniper são especialistas no assunto.

RFPs

Todas as operadoras estão trabalhando na elaboração de seus editais para recebimento de propostas (RFPs, na sigla em inglês). Algumas precisaram realizar alterações sobre os documentos nos quais estavam trabalhando em razão do resultado do leilão. A primeira a lançar sua RFP foi a Claro. As demais teles devem fazê-lo dentro de poucos dias. A expectativa é de que os fornecedores sejam escolhidos ao longo das próximas semanas e que as redes comecem a ser construídas em outubro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.