Ferramenta da Anatel permite mapear sinais de cobertura e banda larga móvel

Foto: Pixabay

A partir desta segunda-feira, 3, consumidores poderão saber quais operadoras atender o seu município por meio da ferramenta "Painel Cobertura Móvel", da Anatel, que apresenta em mapas interativos a distribuição da cobertura do sinal da telefonia móvel no Brasil.

O Painel permite ao consumidor pesquisar a cobertura das operadoras móveis em seu município, com exibição de mapas com as manchas de cobertura e qual tecnologia é ofertada na área, se é 3G ou 4G, na área da sua residência, nas ruas por onde circula, no trabalho e na faculdade, por exemplo.

A ferramenta permite a consulta da cobertura em todas as regiões do País. Capitais e demais regiões metropolitanas têm um maior percentual coberto pela telefonia e banda larga móvel em relação ao interior, mas ainda assim podem possuir áreas não atendidas.

Notícias relacionadas

Transparência

Em comunicado, o presidente da Anatel, Leonardo Euler de Morais, enfatiza que "é fundamental aprimorar os dados setoriais e compartilhar essas informações com diversos setores, como acadêmicos, formuladores de políticas públicas, imprensa e sociedade civil organizada". Com o Painel Cobertura Móvel, as instituições de pesquisa e órgãos públicos podem realizar estudos e propor políticas públicas voltadas à expansão da banda larga móvel e das TICs com um conjunto de dados mais robusto, que inclusive diferencia áreas urbanas das rurais.

Segundo a Anatel, todos os municípios brasileiros possuem acesso à telefonia móvel, o que não significa que suas áreas urbanas são totalmente cobertas, e 91,2% possuem sinal 3G ou 4G. E, na malha rodoviária pavimentada de jurisdição feral, 46% da extensão tem sinal 3G ou 4G. "Novos compromissos e políticas regulatórias terão por objetivo a expansão dos trechos rodoviários cobertos, o que irá melhorar, por exemplo, a infraestrutura de transporte de cargas e passageiros", afirmou o chefe da Assessoria Técnica da agência, Humberto Pontes. Ele acrescentou que a cobertura 5G, na medida que for implantada no país, também será incluída na plataforma.

Segundo o órgão regulador, a nova ferramenta, que também será disponibilizada em versão beta para celulares, tem alto grau de precisão em relação à realidade enfrentada pelos brasileiros na cobertura da telefonia móvel. Criada a partir dos dados fornecidos pelas operadoras de serviços móveis, a simulação de sinal segue recomendações da União Internacional de Telecomunicações (UIT) utilizando o modelo de propagação ITU-R P.1812-5. Ressalta-se que os mapas de cobertura móvel divulgados pelas prestadoras de telecomunicações podem seguir outros modelos de medição. (Com assessoria de imprensa)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.