Produção de equipamentos de informática e eletrônicos recua 6,4% em março

A produção de equipamentos de informática, produtos eletrônicos e óticos recuou 6,4% em março frente a fevereiro deste ano. Na comparação com igual mês do ano passado, esse segmento apresentou alta de 16,9% e de 18,3%, no acumulado de janeiro a março de 2017, de acordo com pesquisa divulgada nesta quarta-feira, 3, pelo IBGE.

Em termos de produtos, os impactos positivos mais importantes nesses ramos foram televisores, impressoras, telefones celulares, antenas, placas de circuito impresso montadas para informática, máquinas automáticas digitais para processamento de dados, aparelhos de comutação para telefonia, unidades centrais para automação central, monitores de vídeo, cartões inteligentes (smart cards) e transmissores ou receptores de telefonia celular.

No geral, a produção industrial nacional em março mostrou redução de 1,8% frente a fevereiro (série com ajuste sazonal), permanecendo com o comportamento predominantemente negativo desde o início de ano, com queda de 0,4% em janeiro e sem variação em fevereiro. No confronto com março de 2016 (série sem ajuste sazonal), o total da indústria apontou expansão de 1,1% em março de 2017, após recuar 0,8% em fevereiro e avançar 1,4% em janeiro último, quando interrompeu 34 meses consecutivos de resultados negativos.

Assim, o setor industrial acumulou acréscimo de 0,6% nos três primeiros meses de 2017. A taxa anualizada, indicador acumulado nos últimos 12 meses, com o recuo de 3,8% em março de 2017, prosseguiu com a redução no ritmo de queda iniciada em junho de 2016 (retração de 9,7%).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.