Migração para banda Ku teve demanda menor, mas isso não deve adiantar o desligamento da banda C

No balanço das atividades do Gaispi, grupo gestor coordenado pela Anatel para acompanhar a implementação das metas do edital de 5G decorrentes da venda da faixa de 3,5 GHz, a maior surpresa, até o momento, foi com a baixa demanda por terminais de banda Ku na distribuição gratuita de kits de recepção para os beneficiários do Cadastro Único. Segundo Moisés Moreira, conselheiro da Anatel e presidente do Gaispi, "não temos explicação ainda. Mas acho que pesou o fato de que nos grandes centros já tinha o sinal digital da TV aberta, possivelmente a pirataria e a TV por satélite, e por fibra", diz ele, apontando também a pirataria como uma das possíveis causas.

Ele lembra, contudo, que a Anatel sempre foi cautelosa com relação aos números de usuários de banda C que precisariam receber gratuitamente o kit para migrar para banda Ku porque não se tinha nenhuma estatística confiável, além dos dados da Pnad. "O que se mostrou muito fora das expectativas é o tanto de beneficiários usuários de parabólicas", diz o conselheiro da Anatel. Os dados que a Anatel trabalhou eram os da PNAD 2019, e depois veio a pandemia, mantendo os dados defasados.

Para se ter uma ideia da dimensão da diferença, nas capitais a estimativa é que a EAF precisaria distribuir 280 mil kits, e ficou em perto de 14 mil, ou seja, 5% da estimativa inicial. Nas cidades de Interior, a expectativa é que a diferença não seja tão grande, mas ela haverá. "Isso não deve ser visto como fracasso da política ou erro, mas sim como o fato de que não tínhamos referências confiáveis", diz Martim Jales Hon, coordenador do grupo de migração. Para Moreira, a EAF está "pegando os usuários pelo braço", mas o mais comum é que quando existe demanda pela instalação de kits, ou quem liga não é um usuário de parabólica em banda C, ou não está no Cadastro Único, diz, ressaltando que existe uma demanda bem maior no mercado comercial pelos kits de banda Ku, mas nesse caso sem a necessidade de recursos públicos.

Notícias relacionadas

Para Marina Soares, chefe de gabinete de Moisés Moreira, "uma questão importante é que a migração da banda Ku nunca foi vista como um problema por nós". Segundo ela, a agência sempre olhou a questão como um problema comercial. "Os prazos foram desafiadores, mas era esperado que não fosse um problema".

Moisés Moreira, contudo, descarta uma antecipação no prazo de desligamento dos sinais de TV na banda C, previsto para acontecer em 18 meses do início do desligamento, mas podendo ser prorrogado até 2025. "Essa será a última etapa porque precisamos que o 5G seja ativado em todas as cidades para ter certeza de que não há interferências". Outro motivo de preocupação da Anatel é a chamada fase 4, em que começam a ser liberadas as cidades de 100 mil habitantes, e onde a concentração de parabólicas é bem maior. "Podemos ter alguns desafios, por isso é importante observar até o final do ano, diz ele".

Moreira vê a necessidade da população que ainda utiliza os sinais de banda Cpara receber o sinal de TV migrar rapidamente para a banda Ku. "Mesmo que o sinal ainda fique no ar, a experiência da banda Ku é muito melhor para o usuário e é importante que quem pode comprar o kit, faça o quanto antes", diz ele. A compra de kits para os beneficiários do CadÚnico era a maior despesa individual da EAF no processo de migração, mas mesmo que haja uma sobra de recursos, o dinheiro irá para o Tesouro. "Nesse caso, não existe possibilidade de realocação", diz Moreira. 

13 COMENTÁRIOS

  1. Boa noite
    Sou cadastrado pelo cadúnico ,e só por causa de não possui uma antena antiga não tenho direito ao kit??
    Vejo nisso que mesmo tendo o cadastro esse direito em assiste… absurdo isso!

  2. No interior do país vai ser a mesma que no grande centro, vão sobrar kits porque faz muito tempo que as antenas analógica da banda C foram substituídas pela banda Ku principalmente pela tvs livres abertas.
    Quando a Globo fez parceria com a Oitv liberando o sinal em HD para todo o Brasil.

  3. Tv aberta esta perto do fim, essa geraçao de hoje nao perde tempo com esse tipo de conteudo de baixo nível.
    O streaming chegou pra revolucionar, chega de ter hora pra assistir quando eles querem e nao quando nos queremos, sem falar q temos uma grande opçao de escolher o q nos agrada

  4. O problema que a gente te faz o agendamento é eles os técnicos nunca vem instalar. Já tem mais de 1 mês que tento já agendei várias vezes e até agora nada deles virem. Já abriu outras O.S e até agora nada

  5. Sou antenista na cidade de Vitória da Conquista – BA, posso afirmar que a maioria das pessoas que usam parabólica em casa não pessoas de baixa renda inscritos em programas sociais do governo, e sim são pessoas assalariadas ou aposentadas que moram tanto nos centros urbanos como na zona rural e que quando desligarem a banda C não terão nenhuma indenização por parte do governo, por isso essas pessoas continuam usando suas parabólicas analógicas ou digitais para não ter que arcar com os custos de antenas e receptores, já que a maioria das pessoas que usam essas parabólicas em banda C analógica ou digital não serão ressarcidas pelo governo, sendo assim vão continuar usando enquanto durar.

  6. Sou aposentado com um salário mínimo tenho antena ou tinha pois não terei direito .comprei paguei cadê meu direito de usufruir o qual está sendo tirado .como que se o salário que ganho eu pudesse comprar outra. .será que quem recebe auxílio do governo pode ter comprado antena esse é o motivo de poucas procuras de aparelhos.

  7. Sou beneficiário , e fiz vários agendamentos e não vieram instalar e também não ligaram pra reagendar vou enviado pra supervisão técnica solicitando um agendamento com técnico com prioridade de serviço e até o exato momento a supervisão técnica não ligou e nem deu uma satisfação só te este agendamento de alta prioridade de serviço.peco a gentileza de passarem meu caso pra frente com resolução rápida do assunto.ate grato

  8. Sou beneficiário do bolsa família, e fiz vários agendamentos e não vieram instalação e não deram nenhuma satisfação sobre o assunto.ja foi feito várias reclamações e enviado pra supervisão técnica e até agora nada, de ligar e remarcar o agendamento.estou no aguardo de uma ligação da supervisão e agendamento de uma prioridade de instalação.espero que solucione o meu problema que está parado desde o dia 13.03.23

  9. Tenho conhecimento de que família que enquadra no recebimento do kit já tão comprando o kit pq não vai esperar chega a vez pq a cidade tem poucos habitantes e vai demorar chegar o 5g.

  10. Quando chegar nos municípios com menores números de habitantes, vai aumentar muito a demanda tem muita gente usando a banda c no analógico ainda
    Mais afirmo já tenho conhecimento de pessoas procurando lojas e pontos comerciais pra comprar o kit. Pessoas que também poderia esperar receber pelo o direito. Como vai ficar aí não sei.

  11. Pior que em Rondônia está abandonado o kit no portão, alguns liga pra retirar e todos tem que pagar a instalação que varia entre 50 a 120 reais.

Deixe um comentário para Eloy Bastos Cancelar resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
CAPTCHA user score failed. Please contact us!