Publicidade
Início Teletime Modelos regulatórios da Europa e EUA se invertem

Modelos regulatórios da Europa e EUA se invertem

Por qual razão a Europa está seguindo um caminho regulatório em relação às telecomunicações, Internet e questões como privacidade aparentemente tão mais alinhada com o que querem (e pedem) as empresas de telecomunicações enquanto os EUA, que sempre tiveram uma abordagem regulatória muito mais liberal, caminham para um ambiente de maior controle regulatório? A resposta para esses movimentos pode estar no desempenho econômico do setor de telecomunicações, segundo um diretor regulatório de uma das principais empresas europeias ouvido por este noticiário durante o Mobile World Congress.

Notícias relacionadas
O que aconteceu na Europa nos últimos anos é que, ao mesmo tempo em que o mercado foi pesadamente regulado, houve, de um lado, uma redução de tarifas significativa para os consumidores, mas, ao mesmo tempo, uma queda importante na receita das operadoras (cerca de 7% nos últimos quatro anos) e nas margens (cerca de 20% no mesmo período) e, consequentemente, nos investimentos das teles. De outro lado, o mercado norte-americano, que nas últimas duas décadas adotou um modelo de regulação mais leve, viu os preços aumentarem ao consumidor, mas, por outro lado, as empresas se tornaram mais lucrativas e agressivas, ampliando a infraestrutura de 4G, por exemplo, a um patamar que a Europa ainda está longe de alcançar.

A avaliação é de que agora o pêndulo está se invertendo: por pressão das operadoras de telecomunicações e dos grandes fornecedores de tecnologia europeus, que à exceção da Ericsson, perderam muito espaço para os asiáticos, a tendência é que os governos da Europa retirem obrigações regulatórias e deem mais liberdade para as empresas. Ao mesmo tempo, nos EUA, por pressão do Vale do Silício e da militância da Internet, o governo tende a criar um ambiente mais regulado para o mercado de telecomunicações e para a Internet, especificamente.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile