Mercado móvel ganhará mais 1 bilhão de usuários até 2020 no mundo, prevê GSMA

O mais recente levantamento da GSMA, associação global dos operadores móveis, divulgado esta semana, durante o Mobile World Congress, que acontece em Barcelona, mostra que o número de pessoas usuárias de serviços móveis no mundo está em 3,6 bilhões, ainda que existam 7,1 bilhões de linhas. A expectativa da GSMA é que o mercado passe a alcançar com serviços móveis 4,6 bilhões de clientes até 2020. Os dados regionais mostram a disparidade da penetração móvel. Enquanto na Europa a penetração, em termos de usuários efetivos (e não número de linhas) é de 80%, na África esse percentual está em 39%.

Notícias relacionadas
Em termos de conexões móveis, o que inclui M2M e todas as linhas móveis, a estimativa da GSMA aponta para 10 bilhões de conexões. Na média, cada usuário único terá 1,8 linha móvel atrelada a ele, seja na forma de dispositivos M2M, seja uma segunda linha.

Atualmente, a penetração dos serviços de dados em celular está na casa dos 40%, segundo o estudo da GSMA, mas a expectativa é que esse número chegue a 70% em 2020. Já os smartphones hoje representam 37% dos acessos e devem chegar a 65% em 2020. Os serviços 4G chegam hoje a cerca de 25% da população mundial e deverão chegar a 60% em 2020, segundo o levantamento.

Um dado interessante do estudo da GSMA é que ele mostra uma pequena disparidade de gêneros entre os usuários de serviços móveis, mas que em escala global leva a uma diferença grande em números absolutos. Segundo o levantamento, entre as mulheres há 200 milhões a menos de usuárias do que o estatisticamente esperado se a distribuição fosse igual.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.