Campus Party terá link de 50 Gbps e FTTH, mas não terá WiFi

Para prover conectividade à Campus Party 2015, evento que acontece em São Paulo nesta semana, a Telefônica/Vivo aumentará a capacidade da banda larga para 50 Gbps no Centro de Exposições Imigrantes, onde ocorre o evento. A infraestrutura tem ligações diretas para as saídas nacionais e internacionais do backbone da operadora, sem passar por elementos intermediários, o que daria uma percepção de desempenho maior para a Internet para os participantes.

Notícias relacionadas
"São 50 Gbps com rotas totalmente redundantes, interligadas com centros distintos da Telefônica, para garantir. Seria o equivalente a atender a cidades do porte de Belo Horizonte e Porto Alegre", afirma o diretor de redes da companhia, Ari Falarini. A conexão chega via fibra até as bancadas para dar uma conectividade de até 1 Gbps para o usuário no evento. "É a mesma tecnologia que aplicamos na fibra até a residência (FTTH) para disponibilizar a conectividade nas bancadas, que somam 256 pontos", afirma.

Mais uma vez, quem quiser conexão sem fios na Campus Party terá de usar a própria rede móvel (a Vivo reforça o sinal 2G, 3G e 4G), já que o local não contará com sinal de Wi-Fi aberto para os participantes. De acordo com o fundador e organizador do evento, Paco Regageles, trata-se de um problema técnico já que é uma área aberta, sem paredes. "A tecnologia é pensada para funcionar em 11 canais. Em uma área como a Campus, se colocar apenas 11 pontos de acesso deixa tudo bloqueado, não há atendimento para tantas pessoas; e se colocar mais pontos, os canais interferem", diz. "Não vai dar, é impossível com a tecnologia atual. No futuro, talvez se consiga."

Além disso, segundo o presidente da Telefônica, Antonio Carlos Valente, mesmo o Wi-Fi mais robusto não conseguiria reproduzir a capacidade que se consegue com a conexão fixa nas bancadas. "Mesmo com frequências adicionais, como a de 5 GHz, o problema continua com a limitação de canais. Certamente teremos outras (bandas de frequência), mas por enquanto, não é possível."

Em outros anos a organização teve problemas com o serviço wireless e com o fornecimento de água para os participantes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.