Base de banda larga móvel no Brasil cresce 6,5 vezes mais rápido que a da fixa

A base de banda larga móvel no Brasil cresceu 6,5 vezes mais rápido que aquela de banda larga fixa entre novembro de 2013 e novembro de 2014, segundo dados da Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil) divulgados nesta terça-feira.

Notícias relacionadas
A banda larga móvel, pelas redes de 3G e 4G, alcançou em novembro a marca de 162 milhões de conexões, com 55% de crescimento em relação a novembro de 2013. A banda larga pela tecnologia de quarta geração (4G) fechou novembro com 5,8 milhões de acessos. Na banda larga fixa, os acessos somaram 24 milhões em novembro. Desse total, 2 milhões de conexões foram ativadas no período de doze meses, com crescimento de 8,4%.

Somando as duas bases, o Brasil chegou a 186 milhões de acessos em banda larga em novembro de 2014, com um crescimento de 47% frente ao mesmo mês de 2013 impulsionado basicamente pelo aumento da internet móvel.  No período de doze meses, 59 milhões de novos acessos foram ativados, em um ritmo de ativação de quase duas (1,9) novas conexões por segundo.

Infraestrutura

No período de 12 meses a cobertura das redes de banda larga móvel foi ativada em 354 novos municípios. Ao todo, as redes de terceira geração estão instaladas em 3.827 municípios, onde moram 92% dos brasileiros. O 4G chega a 135 cidades, que concentram 40% da população brasileira. Essa cobertura supera em três vezes a meta prevista, de atendimento de 45 cidades com mais de 500 mil habitantes, afirma a Telebrasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.