Cianet utiliza backbone ótico com rede LAN

Investindo também na oferta de soluções para o mercado corporativo, a catarinense Cianet inaugurou recentemente uma rede de fibra para o hotel Sleep inn Galeria, da rede Atlântica, em Campinas (SP). Segundo a companhia, a tecnologia utilizada para que o acesso apresente a mesma velocidade em todos os pontos é inédita no País, mas já é utilizada em redes hoteleiras internacionais. O backbone ótico se conecta aos roteadores diretamente com um único concentrador, resultando em Wi-Fi sem áreas de sombra.

No projeto do próprio hotel, para solucionar os problemas de conectividade dos clientes, a solução seria trocar cabeamento por um de mais capacidade. A Cianet sugeriu a utilização de fibra para toda a rede e a tecnologia de rede LAN construída em tecnologia PON (por isso o nome POL). Com isso, não é necessária a instalação de switch a cada 100 m (e nem racks espalhados pelo local).

Ainda de acordo com a companhia, isso resultou em menos cabos e equipamentos e em economia de energia (de 113 kWh/mês para 11,5 kWh/mês), mas colocando infraestrutura "à prova de futuro" e com preço equiparável ao do projeto original. Além disso, a Cianet afirma que o hotel deverá aproveitar a rede de fibra para oferecer IPTV nos quartos.

1 COMENTÁRIO

  1. […] Investindo também na oferta de soluções para o mercado corporativo, a catarinense Cianet inaugurou recentemente uma rede de fibra para o hotel Sleep inn Galeria, da rede Atlântica, em Campinas (SP). Segundo a companhia, a tecnologia utilizada para que o acesso apresente a mesma velocidade em todos os pontos é inédita no País, mas já é utilizada em redes hoteleiras internacionais. O backbone ótico se conecta aos roteadores diretamente com um único concentrador, resultando em Wi-Fi sem áreas de sombra. No projeto do próprio hotel, para solucionar os problemas de conectividade dos clientes, a solução seria trocar cabeamento por um de mais capacidade. A Cianet sugeriu a utilização de fibra para toda a rede e a tecnologia de rede LAN construída em tecnologia PON (por isso o nome POL). Com isso, não é necessária a instalação de switch a cada 100 m (e nem racks espalhados pelo local). Ainda de acordo com a companhia, isso resultou em menos cabos e equipamentos e em economia de energia (de 113 kWh/mês para 11,5 kWh/mês), mas colocando infraestrutura "à prova de futuro" e com preço equiparável ao do projeto original. Além disso, a Cianet afirma que o hotel deverá aproveitar a rede de fibra para oferecer IPTV nos quartos. Fonte: Teletime […]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.