André Figueiredo é o novo titular do Minicom. Celso Pansera vai para o MCTI

O deputado cearense do PDT, André Figueiredo, foi confirmado, nesta sexta-feira, 2, como o novo ministro das Comunicações, em substituição a Ricardo Berzoini, que assumirá a Secretaria de Governo, que abrigará por sua vez três pastas. A posse e a transmissão de cargo estão marcadas para a próxima terça-feira, 6. Segundo apurou este noticiário, na segunda já começam as reuniões de transição e a indicação é de que não haverá uma troca completa de equipes, mas a secretaria de comunicação eletrônica e a secretaria executiva devem mudar imediatamente, já que os dois titulares devem seguir com Berzoini para a Secretaria de Governo.

O novo ministro André Figueiredo é advogado, economista, pós-graduado em comércio exterior e empresário. "Participamos desse governo nos últimos oito anos. Nesse momento em que o Brasil atravessa uma grande crise, nós fizemos uma reflexão e decidimos aceitar o convite da presidente. Trabalhar para minimizar a crise política que se retroalimenta na crise econômica é responsabilidade de todos nós", declarou o novo ministro.

O deputado pelo PMDB do Rio de Janeiro, Celso Pansera, é o novo ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, em substituição a Aldo Rebelo, que foi transferido para o Ministério da Defesa. Formado em Letras, o novo ministro teve forte atuação nos partidos de esquerda – PT, PSTU e PSB – até se filiar ao PMDB em 2013.

O ministro da Cultura, Juca Ferreira, foi mantido no cargo.

O anúncio da reforma administrativa, feito hoje pela presidente Dilma Rousseff, corta oito ministério, prevê a extinção de 30 secretarias nacionais de todos os ministérios; a redução de 20% das verbas de custeio e renegociação de contratos administrativos, inclusive de TI.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.