No total, BTG Pactual deverá investir quase R$ 4 bilhões na Oi neste ano

A primeira empresa a se comprometer para o aumento do capital da Oi na fusão com a Portugal Telecom foi o BTG Pactual, que deverá adicionar R$ 2 bilhões à operadora, por meio de um fundo de investimentos gerido pela instituição financeira. Não é a primeira vez que o banco injeta capital na tele: em julho, BTG e Oi celebraram um contrato para a aquisição da GlobeNet, companhia formada pela Brasil Telecom Cabos Submarinos e suas subsidiárias localizadas na Venezuela, Colômbia, Ilhas Bermudas e Estados Unidos. A transação, aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) no mês seguinte, teve o valor previsto de R$ 1,746 bilhão e daria ao BTG os 22.500 km de cabos submarinos da empresa. A operação já visava à melhora do fluxo de caixa da Oi na época.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.