Oi confirma negociações com bancos para captar recursos

A Oi está em negociação com "instituições financeiras e outros interessados" para iniciativas de captação de recursos, que podem ir até R$ 2,5 bilhões. A operadora reiterou que a movimentação acontece conforme o estabelecido no Plano da Recuperação Judicial apresentado no final de 2017, mas confirmou especificamente a ocorrência das discussões em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) nesta segunda-feira, 2. A operadora foi questionada pelo órgão regulador de mercado sobre informação veiculada no jornal Valor Econômico do dia 30 de agosto.

A Oi disse no comunicado estar trabalhando em "diferentes iniciativas para maximização de seu valor e reposicionamento da sua estratégia". Essa negociação com bancos seria uma delas. "A Oi está em fase fase de tratativas com instituições financeiras para engajamento dos assessores que auxiliarão a Administração na análise, definição e estruturação das iniciativas acima mencionadas, incluindo as diversas formas de financiamento adicional previstas no Plano de Recuperação Judicial."

A companhia diz ser "dever fiduciário" analisar todas as alternativas à disposição, incluindo as que estão previstas no Plano da RJ, como a obtenção de R$ 2,5 bilhões em novos recursos no mercado de capitais em até dois anos. A captação seria em "condições atrativas para viabilizar a capitalização dos recursos necessários à consecução das atividades do Grupo Oi, podendo ser realizadas, entre outras formas, mediante a emissão pública de ações ordinárias ou de novos instrumentos de dívida, incluindo dívidas de garantia".

Outra cláusula do Plano previa a obtenção de abertura de novas linhas de crédito para importação de equipamentos. Essa iniciativa teria valor potencial de R$ 2 bilhões, "inclusive à luz da indicação preliminar recebida de assessor financeiro de agência e crédito à exportação".

Ainda assim, a operadora "reitera que o desempenho operacional se encontra dentro das expectativas, conforme resultado divulgado do segundo trimestre de 2019, e que confia na execução dos esforços de controle de custos e demais iniciativas necessárias para a execução do plano de investimentos, que já se encontram em curso e alinhados ao cronograma planejado". Em todo caso, a Oi diz ter compromisso de manter acionistas e mercado informados, e volta a dizer que "investidores e o mercado em geral devem pautar-se tão somente pelas divulgações oficiais realizadas pela companhia".

Vale lembrar que a empresa havia negado em julho haver qualquer negociação com bancos. O comunicado tinha teor bastante similar ao desta segunda-feira, mas pontuava que, até aquela data, não teria havido nenhuma tratativa com instituições financeiras. Agora, a empresa confirma que "tem recebido diversas instituições financeiras e outros interessados para discutir alternativas de captação de recursos".

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.