Verizon compra participação da Vodafone em sua unidade móvel por US$ 130 bilhões

A norte-americana Verizon e a britânica Vodafone chegaram a um acordo pela fatia de 45% que esta última detinha na operadora móvel Verizon Wireless, no valor de US$ 130 bilhões. A transação, que envolve o pagamento de US$ 58,9 bilhões em dinheiro e emissão de US$ 60,2 bilhões em ações para a Vodafone foi aprovada pelos conselhos de diretores de ambas as empresas e deve ser concluída até o primeiro trimestre de 2014, após receber aprovação dos acionistas e de órgãos reguladores. A Verizon emitirá ainda US$ 5 bilhões em notas promissórias à Vodafone.

Em troca, a Verizon venderá também a participação de 23,1% que detém na subsidiária italiana Vodafone Omnitel N.V. para a holding britânica por US$ 3,5 bilhões. Os US$ 2,5 bilhões restantes serão uma combinação de outros fatores, não divulgados.

Para financiar a operação, a Verizon conseguiu um empréstimo bridge de US$ 61 bilhões junto aos bancos J.P. Morgan Chase Bank, N.A., Morgan Stanley Senior Funding, Inc., Bank of America, N.A. e Barclays.

A joint-venture Verizon Wireless começou a opera rem 2000 e fechou 2012 com receita operacional de US$ 75,9 bilhões. Ao final de junho, sua receita semestral acumulava US$ 39,5 bilhões. É a maior operadora do mercado norte-americano com 100,1 milhões de assinantes móveis ao final de junho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.