TIM converterá redução do ICMS em 1 GB a mais no pré-pago

Foto: Pixabay

A redução da alíquota do ICMS ao teto de serviços essenciais em cada estado determinada pela Lei Federal nº 194/22 será repassada aos clientes de celular da TIM nas próximas duas semanas, na forma de aumento da franquia de dados. A promessa do CEO Alberto Griselli foi feita nesta terça-feira, 2, durante teleconferência de resultados financeiros do segundo trimestre, e traz abordagens diferentes de acordo com os planos. 

Griselli diz que, por conta da natureza diferente do pré-pago e a complexidade que poderia trazer para o consumidor, a operadora optou por manter o preço da recarga, mas oferecendo mais benefício. Desta forma, a TIM vai oferecer 1 GB a mais na franquia para a recarga mínima, mantendo o mesmo prazo de 15 dias para o consumo. 

No caso do pós-pago e controle, haverá um desconto no preço total da conta, segundo o executivo. A proporção dessa redução deverá variar de acordo com alíquota de cada Estado.  

Notícias relacionadas

A ideia é que isso se converta em uma oferta mais atrativa para a própria base e para atração de consumidores. "Quando baixarmos o preço do controle e pós, vamos poder aceitar mais clientes por conta de políticas do crédito, e vamos poder aumentar a migração entre os planos. Teremos redução [da ARPU], mas teremos potenciais benefícios pela demanda e elasticidade", destacou o executivo.

Para além desse ponto, Griselli entende que a TIM se insere na dinâmica competitiva atual sem mudança na estratégia, que é a de procurar aumentar a participação nos mercados onde ela é menor do que Claro e Vivo, e focar na performance da rede. "Estamos fazendo isso sem tocar nas ofertas, apenas trabalhando na estratégia de comunicação e canal. Não estamos dando desconto ou fazendo ofertas agressivas para ganhar cliente, e não vemos isso na competição."

Deixe seu comentário