TV por assinatura segue perdendo base em junho, chegando a 16,7 milhões de lares

Foto: Pexels/unsplash.com

No mês de junho, todos os grandes grupos de telecomunicações perderam base no serviço de TV por assinatura, que fechou o mês com 16,70 milhões de domicílios, de acordo com dados da Anatel. A redução foi de 6,86% em um ano. Mesmo a Oi, que vem se destacando pelo crescimento de base, apesar da queda no setor, perdeu no mês 5,4 mil assinantes. No período de 12 meses, no entanto, a operadora segue a curva de aumento da base, crescendo 1,76% para 1,58 milhão de assinantes.

O grupo Claro Brasil perdeu no mês de junho 59,29 mil assinantes. Em um ano, a queda foi de 8,03% para 8,22 milhões de domicílios, sendo responsável, portanto, por 49,24% dos contratos do mercado de TV por assinatura. A queda do grupo foi muito mais substancial na base de DTH: uma redução de base de 1,08% no mês e 20,39% em 12 meses, chegando a 1,39 milhão de lares. Já o serviço prestado por cabo apresentou uma queda inferior à do mercado: 5,01% no ano e 0,63% em um mês, fechando junho com 6,82 milhões de assinaturas.

A Sky, segunda maior operadora do país, encolheu 3,84% em 12 meses, uma taxa bem inferior à da média do mercado, chegando a 4,99 milhões de contratos. Já a Vivo perdeu 9,53% dos contratos em um ano, chegando a 1,46 milhões de assinaturas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.