Teles revisam para cima metas de investimento em banda larga até 2014

As teles revisaram para cima a estimativa de investimentos em redes de banda larga, para R$ 30 bilhões nos próximos três anos, disse uma fonte do setor a este noticiário. Inicialmente, a previsão das operadoras era investir R$ 22 bilhões entre 2011 e 2014, para suprir a demanda futura da Copa do Mundo e das Olimpíadas.
Segundo a fonte, a elevação nos aportes é motivada pela nova política de desonerações prometida pelo governo federal.
Avaliação

Notícias relacionadas
Nesta tarde o Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Pessoal (Sinditelebrasil) divulgou um levantamento sobre a avaliação da telefonia fixa e móvel entre 2009 e 2010.
De acordo com o estudo, no período, houve queda de 7% na quantidade de reclamações feitas em serviços de proteção ao consumidor, enquanto a base de clientes das teles evoluiu 14%.
Para elaborar o estudo a entidade levou em conta dados publicados pelo Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), do Ministério da Justiça, no relatório "Reclamações Fundamentadas 2010". O Sinditelebrasil informou que a cada 1 milhão de clientes do setor, em todo o País, apenas 58 reclamaram oficialmente dos serviços de telefonia fixa e móvel.
Segundo a entidade, este desempenho é resultado das ações das operadoras para melhorar a qualidade dos serviços. "Além de uma interação mais efetiva entre as empresas e os Procons", disse o Sinditelebrasil em nota.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.