Brasil Telecom deve lançar 3G em dez capitais

A Brasil Telecom deverá ser uma das próximas operadoras a colocar no ar sua rede de terceira geração. Em apresentação a analistas e investidores realizada nesta quarta-feira, 2, e disponível na CVM, a empresa coloca o lançamento para o final do primeiro trimestre do ano. Como o primeiro trimestre já terminou, a rede deverá ser lançada nos próximos dias.
No lançamento, a rede cobrirá as dez capitais da região II ? Rio Grande do Sul, Florianópolis, Curitiba, Campo Grande, Cuiabá, Distrito Federal, Goiânia, Palmas, Rio Branco e Porto Velho. E os serviços oferecidos serão banda larga móvel, videochamada e tarifa flat para voz. A cobertura plena das capitais, no entanto, está programada para o final do segundo trimestre. Ao final do terceiro trimestre está prevista a entrada de novos serviços como: push to talk, instant messages, mobile TV, video mail e serviços baseados em localização. Para o fim do quarto trimestre, a expectativa é de expansão para demais localidades atrativas e o atendimento a 84 municípios com menos de 30 mil habitantes, conforme as regras do edital para venda das licenças de 3G.

IPTV

Notícias relacionadas

A companhia também pretende ampliar durante o ano de 2008 o serviço de IPTV ? batizado de Videon ? para mais 21 localidades, em oito regiões metropolitanas, além de Brasília. Mas, como ressalta a apresentação, a inclusão de TV por assinatura está sujeita à aprovação do PL 29. ?A expansão do serviço está sujeita a uma sinalização positiva da possibilidade de oferecermos o produto completo, incluindo TV por assinatura?, diz a apresentação.

Call center

Durante o ano de 2007, a empresa promoveu uma reestruturação do seu call center, batizada de Projeto Ryan. Toda a estrutura que antes era terceirizada agora foi incorporada pela BrT. Foi cancelado o contrato com a Teleperformance e criada a BrT Call Center, uma subsidiária integral do grupo com 10 mil operadores. Com o controle direto sobre a operação, a empresa pretende que a BrT Call Center se torne uma nova unidade de negócio a partir de 2009, o que está sendo preparado este ano.
Alguns resultados já foram apresentados. Em dezembro de 2006 o índice de satisfação do cliente com o atendimento do call center era de 67%, enquanto no mesmo período do ano passado foi de 74%. Houve melhora também na rapidez do atendimento. Em dezembro de 2006, 69% dos clientes eram atendidos em até 20 segundos; em dezembro de 2007 esse índice foi de 82%. E por fim, a empresa compara a redução do custo global com a operação de atendimento, que caiu de R$ 25,1 milhões em janeiro de 2006 para R$ 17,9 milhões em janeiro de 2008.

Investimento

A BrT anunciou investimentos de R$ 2,2 bilhões para o ano de 2008. Do montante total, R$ 500 milhões serão usados para o pagamento das licenças de 3G, que a empresa decidiu pagar à vista frente as condições pouco vantajosas de financiamento da Anatel. O restante (R$ 1,7 milhão) vai custear gastos com a implantação da portabilidade e construção da rede de 3G.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.