Nokia participa de fatiamento de edge em cima de 5G comercial

A Nokia anunciou nesta quarta-feira, 2, a implementação na Finlândia de um projeto de fatiamento de tráfego nas bordas de rede (ou edge slicing) em cima de rede 5G comercial da operadora Telia.

A iniciativa foi descrita como a primeira do gênero a partir de redes de quinta geração em operação (fora do ambiente de testes). A ativação ao lado da Telia envolveu as operações do grupo de engenharia industrial Sandvik, na cidade finlandesa de Tampere. Em paralelo, a Nokia também anunciou testes de edge slicing junto à operadora israelense Cellcom.

A solução de fatiamento nas bordas da rede é tida como uma evolução da tecnologia de slicing em 4G/5G já oferecida pelo mercado. A abordagem escalável para o gerenciamento de tráfego a partir de data centers edge deve habilitar redes privativas virtualizadas para clientes B2B, inclusive em parceria com provedores de infraestrutura de nuvem.

Notícias relacionadas

"As redes virtualizadas de alto desempenho permitem que as operadoras de serviços aproximem as plataformas de aplicações em nuvem para a borda, perto dos clientes corporativos", explicou a Nokia, em referência a implementações on-premise (no local) para usuários B2B.

"As instalações das empresas de colocation e infraestrutura também podem ser utilizadas nas implantações do edge slicing", prosseguiu a fornecedora. "[A tecnologia] ainda é escalável e a mesma infraestrutura de rede virtualizada pode ser usada por vários clientes na mesma área – por exemplo, em um campus comercial contendo várias empresas".

A implementação da solução, que já está disponível para a base global de clientes da Nokia, foi divulgada durante o Mobile World Congress (MWC 2022), realizado em Barcelona (Espanha). Na ocasião, a Nokia também anunciou novas ferramentas de automação para o fatiamento de rede em redes de acesso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.