Exigência do Release 16 no 5G é oportunidade, afirma Huawei

A Huawei considera que a exigência da Anatel por redes 5G no padrão standalone (Release 16) é uma oportunidade para a companhia. Em conversa com jornalistas nesta terça-feira, 2, diretores da fornecedora reforçaram que a empresa também conta com soluções para core de rede de quinta geração, e naturalmente se torna uma opção para as operadoras por já contar com solução atendendo às normas do 3GPP e certificação da associação global de operadoras móveis GSMA. 

Na visão da própria empresa, a oportunidade também vem pela necessidade de funcionamento com outros sistemas além da própria rede. "Quando se fala em novo core, há desafios de implantação não pelo core em si, mas com a integração com plataformas legadas de bilhetagem, operação e de serviços de valor adicionado", diz o CSO da Huawei para a América Latina, Marcelo Motta.

"É uma oportunidade sim, temos a solução no portfólio. Normalmente as operadoras sempre têm que ter um tempo para planejar a implantação dessas soluções por conta dessa integração de legados e outros fornecedores", reforça Motta. Há cerca de um mês, a posição do CSO era de que o Release 16 poderia atrasar e encarecer o 5G no Brasil.

Notícias relacionadas

"Temos disponibilidade das duas tecnologias, do [Release] 15 NSA e do 16, que inclui NSA e SA. Então entendemos que é oportunidade para fornecedores como um todo", complementa o diretor de public affairs da Huawei Brasil, Atilio Rulli. Para ele, o histórico de desenvolvimento na tecnologia, com mais de 8 mil patentes, colocam os produtos da empresa em "um patamar bem bom". Mas considera que é uma oportunidade para todo o mercado.

Como foi aprovado na reunião do Conselho Diretor da Anatel na semana passada, o edital do leilão de 5G estabelece metas de cobertura a partir de 31 de julho de 2022 para a implantação da nova tecnologia nas capitais e no Distrito Federal. Para tanto, as redes deverão ser compatíveis com o Release 16 do 3GPP, o que exige que o core de rede seja dedicado ao 5G.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.