Publicidade
Início Newsletter Edital do 5G pode ser publicado 40 dias após análise do TCU,...

Edital do 5G pode ser publicado 40 dias após análise do TCU, afirma Fabio Faria

Ministro Fábio Faria em entrevista à CNN Brasil

O ministro das Comunicações Fabio Faria espera que a Anatel publiquei o edital do 5G para o mercado em até 40 dias após a análise do TCU. Faria falou desse prazo em uma entrevista concedida na segunda-feira, 1º, à Jovem Pan.

Ele voltou a afirmar que o Tribunal de Contas da União (TCU) fez uma promessa de agilizar a análise do texto do edital em até 60 dias. O prazo total que a corte de contas tem a cumprir seria de 150 dias.

Entre os aspectos que serão analisados pelo TCU está o da precificação das faixas de frequências. As sugestões dos preços serão feitas pela área técnica da Anatel. O cálculo dos valores usará um sistema próprio desenvolvido pela agência para simular a licitação e assim chegar a uma possível estimativa de preço.

Notícias relacionadas

“O edital vai para o TCU. Eles formaram um GT com três ministros e falaram que em até 60 dias o texto do edital estaria retornando com observações e na sequência, a Anatel deve demorar uns 40 dias para publicar o edital do leilão das frequências do 5G”, disse Faria na entrevista. Também nesta terça, Faria divulgou encontro com o ministro Raimundo Carreiro, relator no TCU do edital de 5G.

Agenda

Sobre a rede privativa de comunicação do governo, Faria disse hoje há empresas que fornecem serviços para a rede privativa do governo, respeitando os requisitos de segurança que o governo quer. “Eu falei que caso não tivesse nenhum player interessante e interessada em fazer a rede, poderíamos usar em último caso a Telebras. E há quem está fazendo isso, a Nokia é uma delas”, afirmou Farias. A Huawei afirmou nesta terça-feira, 2, que também é fornecedora para o governo. Destaque-se contudo que a Nokia não opera redes no Brasil, mas apenas fornece e gerencia equipamentos.

O ministro do MCom acredita que a licitação das faixas de frequências que serão usadas para implementar o 5G no Brasil será o fato mais importante da sua agenda. “Acredito que estaremos com o 5G na próxima década funcionando. O 4G veio para mudar a vida das pessoas. O 5G vem para mudar a cadeia produtiva do País”, afirmou. Confira aqui a entrevista.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile