Regulação de Internet não atrapalha planejamento, mas pode reduzir investimentos, diz CEO da ALU

A discussão política sobre neutralidade de rede não afeta o planejamento estratégico nem o desenvolvimento de produtos da Alcatel Lucent, mas certamente poderá ter impacto nos investimentos das operadoras, diz Michel Combes, CEO da ALU, durante o Mobile World Congress.

Notícias relacionadas
"As diferentes formas regulatórias que podem ser dadas para a questão da neutralidade podem demanar soluções diferentes em cada país", disse ele. "Todos são a favor de redes abertas e do desenvolvimento de serviços. Mas os operadores de rede precisam ter uma flexibilidade para gerir as redes e isso é absolutamente necessário. No mundo wireless e no mundo fixo, as necessidades e limitações não são as mesmas", diz Combes. A Alcatel Lucent é também uma das principais fornecedoras de equipamentos para redes IPs fixas. "Na questão de discriminação, digo que entre os mesmos serviços é razoável ter isonomia, mas é razoável ter também diferenciações entre serviços diferentes.

O conceito de fast lane faz parte de todos os serviços, e diferentes níveis de SLA são necessários", diz ele. "Vamos ver como as políticas se desenvolvem. Não muda nada a minha estratégia nem minhas políticas, mas queremos ver se a regulação não vai desacelerar o investimentos nas redes,  porque isso é crítico, inclusive para o desenvolvimento dos países. Se a regulação atrapalhar os investimentos, isso será ruim", disse o CEO da Alcatel Lucent.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.