Nokia aumenta receita em 2016, mas registra prejuízo

A Nokia fechou 2016 com aumento de 89% na receita líquida, segundo balanço financeiro divulgado pela fornecedora finlandesa nesta quinta-feira, 2. No total, foram 23,614 bilhões de euros no período. No trimestre, a variação foi de 84%, totalizando 6,641 bilhões de euros. A área de redes sozinha foi responsável por 21,799 bilhões de euros da receita nos 12 meses, um aumento de 90%. Nos últimos três meses de 2016, totalizou 6,069 bilhões de euros, avanço de 89%.

No entanto, a companhia registrou um prejuízo de 927 milhões de euros em 2016, contra lucro de 2,468 bilhões de euros no ano anterior. A variação não é comparável, diz a empresa, por conta de alocação de preço da compra da Alcatel-Lucent no terceiro trimestre. Assim, o prejuízo reportado de operações continuadas foi de 912 milhões de euros, contra lucro de 1,194 bilhão de euros em 2015. Considerando apenas o último trimestre do ano passado, a empresa registrou lucro de 633 milhões de euros, queda de 64,66%. O lucro com operações continuadas foi de 658 milhões de euros, um aumento de 31,86%.

O lucro operacional foi de 2,172 bilhões de euros, queda de 25% comparado com o ano anterior. Apenas no trimestre, o lucro operacional foi de 940 milhões de euros, queda de 27%.

Em comunicado, o presidente e CEO da Nokia, Rajeev Suri, destacou que 2016 foi um período de transição para a companhia, especialmente com a integração total da Alcatel-Lucent. Ainda assim, afirma que ficou "desapontado com o desenvolvimento topo de linha em 2016", mas que espera melhora no desempenho em 2017, com potencial expansão de margem de acordo com melhora nas condições de mercado e com mais tração nos programas de transformação de vendas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.