Anatel apreendeu R$ 330 milhões em produtos irregulares até novembro

Fortalecido pela Anatel em 2021, o Plano de Ação e Combate à Pirataria (PACP) da agência apreendeu até novembro 2,7 milhões de produtos irregulares com valor estimado em R$ 330 milhões.

Os valores foram divulgados pelo superintendente de fiscalização da agência, Wilson Wellisch, durante live da Conexis Brasil Digital nesta quarta-feira, 1º. Dentre os produtos apreendidos, mais de 300 mil são equipamentos ópticos e decodificadores de TV por assinatura, segundo o profissional da Anatel.

A ação do PACP mira sobretudo produtos não homologados (inclusive em marketplaces), mas também acaba por envolver equipamentos furtados e revendidos para provedores irregulares. O combate à prática tem virado prioridade para as teles, que lançaram carta aberta cobrando uma estratégia nacional contra roubos.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário