Publicidade
Início Newsletter Viviane Perdigão assume diretoria de regulamentação da Oi

Viviane Perdigão assume diretoria de regulamentação da Oi

A Oi passará por mudanças na sua diretoria de regulamentação: sai Adriana da Cunha Costa e entra Viviane Perdigão. A executiva ocupava a gerência de competição, contencioso administrativo regulatório e outorgas da companhia. Segundo divulgou a Oi

Viviane Perdigão, diretora de regulamentação da Oi

em nota, “Viviane trabalhou por 17 anos no setor de energia, onde participou ativamente das discussões envolvendo o GSF – ‘Generation Scaling Factor’ – Risco hidrológico, utilização da faixa de domínio das rodovias de forma não onerosa para as distribuidoras de energia elétrica e questões relativas à não obrigatoriedade do enterramento da rede elétrica no Município do Rio de Janeiro. A executiva é formada em Direito pela Universidade Estácio de Sá, cursou Direito Público Econômico da Universidade de Coimbra (Portugal) em convênio com o Tribunal Regional Federal da 2ª Região e Ordem Constitucional Econômica, Direito Regulatório e Mediação na Fundação Getúlio Vargas (FGV), além de ter sido uma das autoras do Livro em dois volumes TOMO – Temas Relevantes no Direito da Energia elétrica, obra conceituada no setor elétrico”.

Ainda segundo a empresa, na nova função, Viviane Perdigão passa a se reportar a Carlos Eduardo Monteiro de Medeiros, diretor de Regulamentação e Assuntos Institucionais. “Ela assume a função que vinha sendo desempenhada nos últimos 12 anos na Oi por Adriana da Cunha Costa, que optou por deixar a empresa para desenvolver novos projetos. Em seu período na Oi, Adriana teve atuação destacada em várias iniciativas que contribuíram para a evolução do arcabouço regulatório das telecomunicações no país, sendo hoje uma profissional com ampla experiência e considerada uma referência no setor. A executiva conduziu vários temas relevantes para a companhia junto à Anatel e ao CADE, como as discussões que resultaram no voto favorável da agência ao aditamento ao Plano de Recuperação Judicial, aprovado em assembleia geral de credores. E teve papel central também na estruturação dos aspectos regulatórios envolvidos em várias frentes do Plano Estratégico de Transformação que está em curso na companhia, além de ter liderado o procedimento arbitral iniciado pela Oi para discutir perdas relativas à concessão, entre outras iniciativas”, destaca a empresa em nota.

Notícias relacionadas

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile