Oi vai retirar ADRs negociadas na bolsa de Nova York

Em fato relevante publicado na manhã desta sexta-feira, 1°, a Oi anunciou a deslistagem de suas American Depositary Receipts (ADRs) ordinárias da Bolsa de Nova York (a NYSE).

A decisão foi tomada em reunião do Conselho de Administração da operadora realizada nesta última quinta-feira, 30. Cada ADR em questão representa cinco ações ordinárias de emissão da Oi.

No comunicado, a companhia apontou a "trajetória decrescente do volume de negócios" dos papéis nos últimos anos como justificativa. Também sustentou que "o racional econômico para manter uma listagem na NYSE vem diminuindo", devido ao aumento no volume negociado de ações brasileiras por investidores estrangeiros.

Notícias relacionadas

"Adicionalmente, o processo de deslistagem das ADRs ordinárias na NYSE está em linha com o plano de transformação da Companhia, que tem como um dos principais pilares a simplificação de sua estrutura operacional e readequação da sua base de custos", afirmou a Oi.

A expectativa é que a deslistagem se torne efetiva 10 dias após o protocolo do pedido junto à U.S. Securities and Exchange Commission (SEC). A Oi também espera que imediatamente após a retirada, as ADRs ordinárias comecem a ser negociadas no mercado de balcão.

Por ora, a companhia continuará registrada nos termos da U.S. Securities Exchange Act e se manterá em conformidade com as obrigações de divulgação mesmo após a deslistagem. Após cumprir todos os requisitos aplicáveis, a intenção da Oi é de cancelar seu registro junto à SEC.

Limite

A NYSE já havia questionado a Oi em outras ocasiões sobre o valor das ADRs ordinárias, em circunstâncias onde elas estavam sendo negociadas abaixo do preço mínimo de US$ 1.

Os papéis se sustentaram acima desta faixa durante boa parte de 2021, mas voltaram a ficar na casa dos centavos de dólar durante quase todo o mês de setembro. Nesta sexta-feira, as ADRs abriram a US$ 0,9200.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.