Telefónica lança 5G na Espanha e projeta desligar 3G em cinco anos

Controladora da brasileira Vivo, a Telefónica anunciou nesta terça-feira, 1, o lançamento de sua rede 5G na Espanha e o objetivo de atender 75% da população do país europeu com o serviço ainda em 2020. Também já estabeleceu cronograma para desligamento de tecnologias legadas, de 3G.

A primeira fase do projeto combinará redes non-standalone (com núcleo 4G) e o compartilhamento dinâmico de espectro (DSS) usado em outras gerações. Dessa forma, o 3,5 GHz já licenciado para o 5G e o espectro entre 1,8 GHz e 2,1 GHz (hoje utilizado pelo 4G da empresa) devem suportar a operação. Já o 5G standalone começará a ser implantado assim que o serviço com núcleo de quinta geração estiver totalmente padronizado e disponível.

"A implantação inicial vai aproveitar os atuais sites e infraestrutura e, a médio e longo prazo, será complementada com novas estações radiobase e small cells, dependendo da capacidade ou cobertura necessária", explicou a Telefónica. A empresa também traçou um roteiro para desligamento da tecnologia 3G.

"As novas implantações serão acompanhadas por um desligamento gradual das antigas redes de segunda e terceira geração. 100% da rede de cobre terá sido substituída por fibra antes de 2025, quando também será concluído o desligamento da rede 3G. Isso permitirá uma gestão mais eficiente dos investimentos, uma vez que não será necessário aumentá-los para fazer frente a novas implantações", afirmou a empresa.

Cobertura

De acordo com mensagem do CEO do grupo, José María Álvarez-Pallete, 75% da população espanhola deve ter acesso à cobertura 5G ainda em 2020, incluindo nas comunidades autônomas do país. Para o executivo, o plano de expansão da operadora seria o "mais ambicioso da União Europeia".

A nova oferta deve alcançar tanto consumidores finais quanto empresas. Neste caso, a Telefónica destacou um serviço de edge computing (computação de borda) 5G e possibilidades de redes privadas e Internet das Coisas (IoT) massiva. Já para o usuário final, foram prometidas velocidades de fibra em usos como downloads e consumo de games.

Concorrente da Telefónica na Espanha, a Vodafone já havia lançado o serviço 5G em algumas cidades do país europeu. No Brasil, a Vivo também está apostando na tecnologia a partir do espectro 4G, que está habilitando implementações de 5G DSS em oito cidades.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.