Publicidade
Início Newsletter Decreto da Lei das Antenas define dimensões para small cells

Decreto da Lei das Antenas define dimensões para small cells

Small cell da Samsung instalada em Bangalore, Karnataka. Foto: Rohanmkth/Wikipedia

A instalação das infraestruturas de pequeno porte – como as small cells – também está prevista na regulamentação da Lei Geral das Antenas. TELETIME teve acesso ao decreto que será publicado na quarta-feira, 2, e que traz a definição desses equipamentos considerando as dimensões das antenas. Assim como consta na legislação original – Lei nº 13.116/2015, essas estações estão dispensadas de licenças em área urbana

As dimensões são praticamente as mesmas previstas na minuta do decreto datada do final de 2019. A diferença é a dimensão da antena subiu de 20 dm³ para 30 dm³. São consideradas infraestruturas de pequeno porte os equipamentos que atendem a todos esses requisitos: 

  • seja instalada em edificação ou estrutura existente e que não amplie sua altura em mais de 3 metros ou em mais de 10%, o que for menor;
  • possuir estrutura irradiante (ou seja, a antena) com volume total de até 30 dm³ (decímetros cúbicos); e
  • possuir demais equipamentos associados com volume total de até 300 dm³ e com altura máxima de um metro. Neste último item, em caso de equipamentos parcialmente enterrados ou ocultos, a dimensão indicada se refere à parte visível. 
Notícias relacionadas

A entidade interessada terá o prazo de 60 dias, contados a partir da data da instalação, para comunicar a administração municipal ou distrital. Mesmo sem a necessidade de licença, não se dispensa a “obtenção de autorização ou permissão prévia do responsável pelo imóvel privado, pelo imóvel tombado ou protegido por legislação especial, ou pelo imóvel público de uso especial ou dominical em que a instalação será realizada”. As empresas também não estão isentas das regras de compartilhamento, na forma da regulamentação da Anatel.

Consideradas fundamentais para a implantação do 5G, as small cells permitirão o adensamento de antenas em áreas urbanas. Especialmente com espectros mais altos, como as ondas milimétricas (mmWave) de 26 GHz, esses equipamentos são fundamentais para complementar a rede das macrocélulas. O governo espera que essas regras consigam lidar com 90% da infraestrutura do 5G.

4 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile