Prejuízo da Intelsat aumenta no trimestre: perdas de US$ 408,3 milhões

A Intelsat registrou um prejuízo líquido de US$ 408,3 milhões no segundo trimestre de 2013, um resultado sensivelmente pior que as perdas líquidas de US$ 84,7 milhões entre abril e junho do ano passado. Boa parte do prejuízo deste trimestre, contudo, pode ser atribuída a taxas relativas ao pagamento de dívidas com a abertura de capital em bolsa e ao refinanciamento da dívida total da companhia no segundo trimestre, que responderam por US$ 366,8 milhões do prejuízo líquido. O EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) caiu de US$ 468,3 milhões para US$ 439,2 milhões na comparação anual entre trimestres, enquanto a margem EBITDA passou de 73% para 67% no período.

A receita da operadora de satélites, por sua vez, cresceu 2,4%, para US$ 653,8 milhões ao final de junho de 2013, 46% do montante, ou US$ 303,7 milhões, oriundos da divisão de serviços de rede, que provê infraestrutura de banda larga para operadoras de telecom fixas e móveis e ainda conectividade corporativa. Essa divisão cresceu 4% na comparação anual. A divisão de mídia da Intelsat, que provê capacidade satelital para operadoras de DTH e transmite programação de cerca de 300 broadcasters em todo o mundo também cresceu 4%, para US$ 220,5 milhões, e respondeu por 34% das receitas totais. A divisão de serviços para governos respondeu por 19% das receitas, ou US$ 122,4 milhões, queda de 2% em relação ao segundo trimestre de 2012.

A Intelsat mantém expectativa de encerrar 2013 com geração de receitas totais na ordem de US$ 2,615 bilhões a US$ 2,640 bilhões e investimentos para a fabricação de nove novos satélites entre 2013 e 2015, incluindo o substituto do artefato que explodiu no lançamento em fevereiro deste ano. Os investimentos devem somar de US$ 600 milhões a US$ 675 milhões em 2013; de US$ 575 milhões a US$ 650 milhões em 2014; e de US$ 775 milhões a US$ 850 milhões em 2015.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.