Publicidade
Início Newsletter Início de julho é marcado por redução do ICMS para telecom em...

Início de julho é marcado por redução do ICMS para telecom em estados; veja quais

Foto: Pixabay

Ao longo desta sexta-feira, 1º, uma série de estados reduziram ou anunciaram menor incidência de ICMS sobre os serviços essenciais listados na lei complementar nº 194/22, entre eles o de telecom. A lista inclui Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Norte.

No caso do Rio, a alíquota de telecom passa de 32% para 18%, em patamar que também servirá para outros serviços beneficiados pelo teto federal (combustíveis, energia e transportes). Governador fluminense, Claudio Castro estimou redução de receita de aproximadamente R$ 3,9 bilhões neste ano com a medida.

Já em Minas Gerais, a redução do ICMS foi anunciada pelo governador do estado, Romeu Zema. Pelo decreto assinado, telecom também passa a ser taxada a 18%, ante alíquota de 27%.

Notícias relacionadas

De acordo com a Secretaria de Estado de Fazenda (SEF/MG), a redução do ICMS da gasolina, energia elétrica e telecom vai representar R$ 12 bilhões a menos em arrecadação tributária, sendo R$ 1,1 bilhão relacionado às telecomunicações.

Sul

No caso do Paraná, a diminuição anunciada pelo governador Ratinho Junior leva as alíquotas de 29% para 18%. Com a mudança, a estimativa do estado é que haja até o final deste ano uma perda de receita de R$ 3,95 bilhões, considerando todos os setores. A partir de 2023, ela seria de R$ 7,9 bilhões.

Em Santa Catarina, uma medida provisória (MP) assinada nesta sexta-feira pelo governador Carlos Moisés reduziu as alíquotas para 17%, ante 25% cobrados para serviços como telecom. A medida tem efeito imediato.

O Rio Grande do Sul, por sua vez, também reduziu a alíquota de ICMS sobre telecom de 25% para 17%. O governo liderado por Ranolfo Vieira sinaliza uma retirada de receita de aproximadamente R$ 2,8 bilhões brutos no segundo semestre de 2022, mas tem expectativa de compensação financeira por parte da União.

Nordeste

Já no Rio Grande do Norte, a medida foi anunciada pela Secretaria Estadual de Tributação (SET/RN). Com decreto a ser publicado nos próximos dias, a alíquota de telecom deve passar de 30% para 18%.

Vale notar que tanto os potiguares quanto os gaúchos fazem parte do grupo que acionou o Supremo Tribunal Federal (STF) para questionar o teto para o ICMS aprovado pelo Congresso como resposta à inflação, em especial dos combustíveis.

Na frente

Antes desta sexta-feira, a alíquota mais baixa para atividades essenciais também havia sido aplicado em Rondônia, após aprovação pela Assembleia Legislativa do Estado (a Alero) de projeto de lei que solicitava a alteração. O novo ICMS para telecom e os demais serviços é de 17,5%, frente à cobrança antiga de 35% para o segmento de comunicação.

Em pontos percentuais, esta foi uma das maiores reduções para telecom engatilhadas pela lei complementar 194/22, que exige a cobrança da alíquota básica do ICMS em cada estado para os serviços essenciais (o número pode variar de acordo com a unidade da federação).

São Paulo, Goiás e Espírito Santo já haviam aderido à mudança ao longo da semana. Dessa forma, pelo menos dez estados já anunciaram ou implementaram as alíquotas menores de ICMS para telecom.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário Cancelar resposta

Sair da versão mobile