Publicidade
Início Newsletter Clientes 5G insatisfeitos protocolam ação contra operadoras na Coreia do Sul

Clientes 5G insatisfeitos protocolam ação contra operadoras na Coreia do Sul

As três principais operadoras móveis da Coreia do Sul (SK Telecom, KT e LG Uplus) estão enfrentando uma ação conjunta de consumidores insatisfeitos com a performance de serviços 5G no país asiático.

De acordo com a agência sul-coreana de notícias Yonhap, 520 consumidores tomaram parte do processo, protocolado nesta quarta-feira, 30. Um representante do grupo defendeu a compensação das operadoras pelo não cumprimento de termos de serviço e apontou que novas ações judiciais serão protocoladas com mais usuários.

A Coreia do Sul lançou serviços 5G ainda em abril de 2019. Ao fim de maio de 2021, 15,8 milhões de consumidores contavam com a tecnologia, ou 22% da base móvel do país.

Notícias relacionadas

Segundo a mais recente medição da empresa Opensignal, a SK Telecom oferecia velocidades de download de 399,3 Mbps para clientes 5G no último mês de junho – frente 355,4 Mbps da LG Uplus e 327,4 Mbps da KT.

Em 2020, os serviços no país teriam apresentando uma velocidade média quatro vezes maior que a do 4G, segundo a Yonhap. Teoricamente, o 5G pode alcançar picos de velocidade de download até vinte vezes maiores que a geração anterior e isso teria sido o que foi propagandeado pelas operadoras.

Na Coreia do Sul, há expectativa que implementações em ondas milimétricas (no caso, em 28 GHz) impulsionem a performance nacional, hoje suportada sobretudo pelo espectro de 3,5 GHz.

A insatisfação com serviços 5G no país não é novidade e foi recentemente apontada em estudo da Ericsson. Movimento similar ocorre nos EUA, sendo inclusive citado pela chairwoman da Federal Communications Commission (FCC), Jessica Rosenworcel, durante a MWC 2021. “Para muitos consumidores o presente é confuso, com operadoras provendo diferentes versões de 5G que às vezes parecem o 4G”, alertou ela.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile