Por 'soberania', consórcio 5G da União Europeia vai desenvolver opções para core de rede

Um projeto para desenvolvimento de novas opções em core de rede (batizado COREnect) foi selecionado para receber apoio da Comissão Europeia (o órgão executivo da União Europeia) pelos próximos dois anos. As fornecedoras europeias de equipamentos Ericsson e Nokia devem participar da iniciativa, que tem entre as metas diminuir a dependência de players de fora do bloco econômico europeu, garantindo maior "soberania".

Os esforços fazem parte do programa Horizon 2020, voltado para pesquisa, desenvolvimento e inovação na União Europeia (UE) e que conta com a 5G Public Private Partnership (5G PPP) como braço para pesquisas para o novo padrão de redes de telecom junto ao ser privado.

No projeto para core de rede, representantes da indústria de equipamentos e de microeletrônicos trabalharão em um "roteiro estratégico para futuros sistemas e componentes de conectividade, visando as redes e serviços de telecomunicações da próxima geração".

Estratégia

A intenção é que o trabalho permita uma "soberania tecnológica européia sustentável no 5G e além", permitindo uma chamada liderança do bloco na área. Toda a cadeia de valor 5G deve ser contemplada, incluindo materiais, componentes, integração de subsistemas, plataformas de conectividade e setores verticais da indústria (em áreas como saúde, energia, manufatura e cidades).

"O desenvolvimento das principais tecnologias necessárias é crucial para a Europa diminuir sua dependência de tecnologias não europeias", afirmou o 5GPPP, em nota. Importante notar que a UE já afirmou que vê riscos de influência estrangeira sobre equipamentos de fornecedores 5G de fora do bloco. A chinesa Huawei é o maior player do segmento que se encaixa em tal perfil.

Além da Nokia e da Ericsson, devem atuar no COREnect o centro de P&D III-V Lab, o Barkhausen Institut da Universidade de Dresden, as empresas de semicondutores e microeletrônicos Infineon, NXP, STMicroelectronics, imec e CEA, além da Bosch e de associações da indústria para a área de serviços inteligentes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.