Nokia cria fundo para doações e destaca medidas para monitorar redes durante crise do coronavírus

Em carta publicada pelo presidente e CEO da Nokia, Rajeev Suri, a fornecedora finlandesa anunciou a criação de um fundo do doações para ajuda no combate à pandemia do novo coronavírus (covid-19). Além disso, a companhia anunciou medidas para garantir o funcionamento das redes nas quais tem equipamentos e serviços.

"Estamos monitorando continuamente a situação global em desenvolvimento e tomando medidas de precaução para manter as redes dos nossos clientes", declarou o executivo no comunicado. "Isso inclui a criação de centros de comando para gerenciar cadeias de suprimentos e superar desafios logísticos, além de aumentar as interações virtuais com os clientes".

Notícias relacionadas

Ainda de acordo com Suri – que deve deixar o comando da Nokia em agosto -, o compromisso da empresa é manter os canais vitais de comunicação funcionando mesmo que ocorram "níveis sem precedentes de uso" de serviços de telecom. "Para nos protegermos contra o vírus e, eventualmente, encontrarmos uma vacina, será exigido um fluxo livre de informações através das fronteiras, especialmente quando os países entram em confinamento e suspenderem voos", destacou.

Fundo de doações

Batizado como Coronavirus Global Donation Fund, o fundo anunciado pela empresa deve captar e direcionar recursos financeiros para instituições de caridade, hospitais, clínicas de saúde e outras organizações não-governamentais que estejam atuando na mitigação dos efeitos da doença. Aportes iniciais da Nokia não foram divulgados.

"É um pequeno passo, mas esses grupos de base fazem uma grande diferença na vida das pessoas, e queremos apoiá-los da melhor maneira possível", afirmou Suri. O executivo também destacou uma série de medidas adotadas pela empresa na esteira da crise do coronavírus, como a permissão para que funcionários possam trabalhar remotamente e com flexibilidade "sempre que possível". Após a publicação da carta, a operação brasileira da Nokia adotou o home office para os colaboradores locais, de acordo com a assessoria de imprensa da empresa.

A fornecedora também impôs uma restrição em nível global para visitantes não essenciais nos locais de operação, adotou políticas de ocupação reduzida para funcionários remanescentes e implementou "medidas aprimoradas de higiene", além de práticas de conscientização para a força de trabalho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.