BlackBerry e Symbian perdem mercado para Android e Windows Phone no mundo

Durante a divulgação do último balanço financeiro da BlackBerry na semana passada, a companhia havia reportado uma perda na base de usuários. Pois o relatório ComTech divulgado nesta segunda-feira, 1º, pela empresa de pesquisas Kantar, mostrou um recuo médio de 5,5 pontos percentuais na participação da antiga Research In Motion em vendas de smartphones em seis dos mais importantes mercados no mundo: Reino Unido, Alemanha, Itália, Estados Unidos, Austrália e México. A pesquisa, que compara as vendas no trimestre encerrado em fevereiro deste ano com o mesmo período em 2012, ainda inclui a China urbana, que não conta com dados de 2012 para o comparativo.

Quem mais ganha com a perda da base do BB é o Android, que já é líder em vendas em todos os mercados, e o sistema Windows Phone, da Microsoft, que registrou um crescimento médio de 2,6 pontos percentuais. O país onde o Windows cresceu mais foi Itália, com 7,7 pontos percentuais de ganho. Grande parte disso, entretanto, parece ter vindo da queda de outro concorrente: o Symbian, sistema que foi preterido pela Nokia em favor da Microsoft. A queda do Symbian foi de 13,9 pontos percentuais no mercado italiano, enquanto no México o recuo chegou a 19,7 pontos percentuais.

O BlackBerry teve maior queda justamente no mercado mexicano (13 pontos percentuais) e no Reino Unido (11,7 pontos percentuais). Neste último, a terceira colocação com folga em 2012 foi perdida ao longo dos 12 meses, ficando agora com o Windows Phone. Nos Estados Unidos aconteceu o mesmo fenômeno, embora a participação já fosse pequena: era de 3,6% em fevereiro de 2012 e apenas 0,7% em 2013. Apesar da queda acentuada, a antiga RIM ainda conta com mais participação em vendas no México (20,2%) do que a Apple (6,8%).

Google avança 

Mas o crescimento maior dentre todos os sistemas foi o Android, com média de 11,2 pontos percentuais de avanço nos seis mercados, inclusive tomando a liderança do iOS no único mercado onde o sistema da Apple ainda reinava, o norte-americano. No trimestre encerrado em fevereiro, a plataforma do Google teve 51,2% de participação nas vendas de smartphone nos Estados Unidos, contra 43,5% do iPhone.

O Android mostrou maior dominância na Alemanha, chegando a 71% de participação, resultado semelhante ao da China, onde teve 68,7% de share nas vendas no referido período. O sistema registrou liderança com mais da metade do mercado em todos os países pesquisados e chegou a crescer quase 30 pontos percentuais no México em apenas 12 meses.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.