Receita de dados alcançou US$ 23 bilhões em 2007 nos EUA

O faturamento das operadoras norte-americanas de celular com serviços de dados cresceu 53% no ano passado, alcançando a marca de US$ 23 bilhões. Esse montante representou 17% da receita total das operadoras em 2007 nos EUA. Os números foram fornecidos nesta terça-feira, 1, durante a abertura da feira CTIA Wireless 2008, em Las Vegas, pelo presidente da associação das operadoras de celular, Stevie Largent.
Outro número importante apresentado pela entidade: em dezembro passado, foram enviadas 48 bilhões de mensagens de texto (SMS) nos EUA. Ou 157% a mais do que um ano antes. Ao fim de 2007 havia 255 milhões de linhas móveis em serviço nos EUA, o que representa uma penetração de 84%. Ao longo de 2007 foram registrados 2 trilhões de minutos de chamadas via telefones celulares nesse país.

Regulamentação

Notícias relacionadas

Como nos anos anteriores, a abertura da CTIA serviu de palanque para a indústria atacar o excesso de regulação e de impostos sobre telecomunicações. ?O consumidor é o melhor regulador?, defendeu o CEO da Verizon Wireless e chairman da CTIA, Lowell McAdam. Ele reclamou especialmente de leis e tributos locais que são diferentes de estado para estado e dificultam o trabalho das operadoras. ?Em Chicago, 25% do valor da conta telefônica é para pagar impostos. E mais de 80% disso são taxas locais?, exemplificou.
O chairman da FCC, o órgão regulador norte-americano, Kevin Martin, teve oportunidade de falar durante a abertura do evento. Em vez de polemizar com McAdam, Martin optou por ressaltar o sucesso do leilão em 700 MHz. ?Foi o leilão de maior sucesso da história da FCC. Ele vai transformar o mercado de banda larga nos EUA assim como o leilão de PCS transformou o mercado de telefonia celular?, afirmou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.