Publicidade
Início Newsletter Claro ultrapassa 10 milhões de clientes de banda larga; Oi perde base

Claro ultrapassa 10 milhões de clientes de banda larga; Oi perde base

As informações repassadas pelas prestadoras de serviço à Anatel mostram uma base de 47,9 milhões de acessos ativos no país, recuo de 300 mil (0,6%) na comparação com dezembro

Os dados da Anatel para a banda larga fixa em janeiro mostram mais uma vez queClaro e Vivo estão se revezando entre as operadoras que apresentam maior crescimento. As empresas registraram crescimento na comparação com dezembro, enquanto a Oi registrou uma ligeira queda no primeiro mês do ano. 

As informações repassadas pelas prestadoras de serviço ao órgão regulador mostram uma base de 47,9 milhões de acessos ativos no país, um recuo de 300 mil (0,6%) na comparação com o último mês de 2023. Em dezembro, eram 48,2 milhões de acessos ativos. Os dados costumam sofrar alterações e correções passadas e devem ser vistos com essa ressalva.

Na base do grupo com mais de 500 mil assinantes, a líder Claro superou a casa simbólica dos 10 milhões com 32,4 mil adições líquidas, para o total de 10,004 milhões. A Vivo teve um crescimento um pouco menor, somando 31,8 mil adições líquidas, para 6,76 milhões. 

Notícias relacionadas

Dona da maior base de fibra óptica do país, a Vivo adicionou 58 mil clientes em FTTH em janeiro, para 6,23 milhões. Com uma representatividade bem menor na tecnologia, a Claro acrescentou outros 45,6 mil contratos em fibra, a 1,34 milhão no mesmo período. 

Em termos de representatividade de mercado, a Claro tem hoje um market share de 20,9%, enquanto a Vivo, de 14,1%. Em dezembro, a Claro tinha 20,7%, e a Vivo, 14%.

Oi perde base

No caso da Oi, houve uma perda na participação de mercado de 14,2 mil clientes na banda larga fixa, totalizando 4,77 milhões em janeiro. Vale lembrar que, em 2023, a empresa já havia registrado uma queda na base da ordem de 260 mil usuários, conforme mostrou o Teletime. 

Em fibra óptica, a Oi registrou perdas de 1,99 mil clientes, chegando a 4,33 milhões no primeiro mês do ano. A empresa soma hoje um share de 10%, patamar que representa estabilidade sobre dezembro (9,9%).

ISPs regionais

Do lado dos provedores, a Brisanet acrescentou 12,2 mil novos clientes, chegando a 1,30 milhão de clientes no período, contra 1,29 milhão no mês anterior.

Por sua vez, a Desktop adicionou outros 10 mil consumidores, totalizando 1,026 milhão em janeiro, ante 1,016 milhão em dezembro. 

Olhando os números da Vero, a empresa colocou outros 3,91 mil clientes na carteira, pouco abaixo dos 4 mil adicionados no mês anterior. A Americanet, que teve a sua fusão recentemente concluída junto à Vero, perdeu 2,1 mil usuários, chegando a 512,7 mil.

Dessa forma, o grupo Vero Americanet totalizou 1,346 milhão de clientes no primeiro mês do ano, pouco acima dos 1,344 milhão em dezembro, puxado pelos resultados da Vero.

Já a TIM voltou a crescer e incrementou a sua base com 4,1 mil adições em janeiro, chegando a 812,9 mil contratos. A Algar permaneceu praticamente estável com 810 mil, enquanto a Unifique acrescentou 28,1 mil, totalizando 747,3 mil. A Alares também permaneceu estável com 625,9 mil contratos.

(Colaborou Danilo Paulo)

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile