Com baixo custo e software, Parallel quer vencer bloqueio de fornecedores

Há uma constante discussão no mundo das operadoras móveis sobre ficar ou não na mão de apenas um fornecedor. Em geral, grandes empresas escolhem dois fornecedores e dividem suas redes, mas algumas pequenas empresas de tecnologia querem tentar quebrar essa lógica, apostando em soluções de menor custo e simplicidade operacional para nichos de atuação, e eventualmente ocupando espaços maiores no share das grandes operadoras. É o caso da Parallel Wireless, uma pequena empresa norte-americana que com sete anos de atuação foca, hoje, no mercado rural e áreas remotas, mas quer aos poucos ocupar espaços.

E também em provedores de serviços alternativos, que eventualmente tenham o licenciamento de espectro para operações de nicho. Para isso, a Parallel Wirelles confia no diferencial do seu software de gerenciamento aberto da rede já preparado para 5G, mas que pode ser utilizado em redes 4G e 3G para modernizar as redes legadas que utilizem equipamentos de vários fornecedores numa mesma rede, como está fazendo com a Vodafone na Turquia, ou no seu hardware simplificado de rádios e antenas, para reduzir os custos de operação. A empresa tem projetos para a cobertura de áreas rurais na América Latina, e os planos agora são de expansão também no Brasil, explicou Russell Ribeiro, diretor de vendas da empresa para a região, durante o MWC 2019, que aconteceu esta semana em Barcelona. A empresa ampliou o time local e busca agora projetos específicos para provar suas soluções em redes legadas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.