Telecomunicações continuam na liderança entre os setores mais reclamados nos Procons

O setor de telecomunicações recebeu o maior número de queixas nos Procons de todo o Pais em 2015, segundo dados divulgados nesta segunda-feira, 1º, pelo Ministério da Justiça. O percentual de crescimento em relação a 2014 ficou em 23,6%. O setor é responsável por um terço das demandas recebidas.

No topo do ranking dos assuntos que mais motivaram a procura aos Procons, ainda estão cartão de crédito (7,3%), TV por assinatura (6,9%) e banco comercial (5,7%). As principais reclamações estão relacionadas a problemas com cobranças (39,2%), com contrato (17,3%) ou má qualidade dos produtos ou serviços (15,9%).

Notícias relacionadas

Porém, o setor de telecomunicações foi o que apresentou o maior índice médio de solução em 2015, com 81,7% das demandas atendidas.

O grupo das cinco companhias mais reclamadas, independentemente do setor, é formado por América Móvil (Claro/Embratel/Net), com 204.145 queixas,  seguida por Oi (200.659), Vivo/Telefônica/GVT (165.048), Itaú (92.934) e Sky (89.273).

Os Procons integrados ao Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec) atenderam no ano passado 2.648.521 pessoas, apresentando um crescimento de 6,3% em relação ao ano anterior. Esses dados foram consolidados pela Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça (Senacon/MJ) na publicação Boletim Sindec 2015, divulgada hoje. O sistema abrange 683 unidades espalhadas por 531 cidades brasileiras. Esses Procons atendem uma média mensal de 220 mil consumidores.

1 COMENTÁRIO

  1. E não adianta reclamar, a Anatel é omissa, já cansei de reclamar da Vivo e da Tim, o jeito foi mudar, e parece que a mais séria delas, talvez a única é a da Porto Seguro, espero não queimar a língua mas por enquanto só tenho elogios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.