HTC quer conquistar 35% do mercado brasileiro em 2008

O ano de 2008 promete ser bom para a HTC no Brasil. Depois de ver suas vendas subirem 234% no ano passado no País, a fabricante asiática de smartphones deseja conquistar no mínimo 35% das vendas de smartphones e pocket PCs em 2008 aqui. Para tanto, aposta na fabricação local, iniciada em meados de 2007 em Campinas, na fábrica da Celestica. Com o crescimento de suas vendas, a HTC começa a ameaçar no Brasil a soberania da canadense RIM, fabricante do BlackBerry. ?A RIM é líder em base instalada no País. Mas em algumas operadoras nós já temos a liderança em vendas?, afirma o diretor de marketing da HTC no Brasil, Allan Macintyre. O executivo calcula que smartphones e pocket PCs tenham representado 1,2% do volume total de celulares vendidos no País em 2007. Esse percentual deve subir para algo entre 3% e 3,5% este ano, segundo Macintyre.
A HTC tem hoje oito modelos à venda no País, dos quais seis têm fabricação nacional. Todos usam o sistema operacional Windows Mobile. O carro-chefe em vendas atualmente é o ?Touch?, modelo com tecnologia touch screen, que serve como requisito para o que a empresa classifica como ?pocket PC?. No mundo, já foram vendidos 2 milhões de unidades do ?Touch?. Números do Brasil, contudo, não são revelados. Para o primeiro semestre deste ano, um dos próximos lançamentos da HTC no País deverá ser ?Touch Dual?, modelo habilitado para trafegar dados em HSDPA e dotado de câmera de 2 mega pixels.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.