OUTROS DESTAQUES
Estratégia
Ericsson decide destino de subsidiária de mídia e anuncia reestruturação
quarta-feira, 31 de Janeiro de 2018 , 12h38

A Ericsson concluiu a revisão estratégica de suas subsidiárias Media Solutions e Red Bee Media (antiga Broadacast and Media Services). Iniciado em março de 2017, quando a empresa sueca anunciou reestruturação, o processo de análise optou por desinvestimento parcial com parcerias para uma e desenvolvimento interno para a outra. A fornecedora iniciou programas de melhoria de desempenho enquanto continua a investir nas áreas.

Para a Media Solutions, a Ericsson fez uma parceria com o fundo de investimentos privado One Equity Partners para desenvolver a área, mantendo 49% do capital da empresa. A fornecedora e o fundo de investimentos vão formar uma companhia independente e que desenvolverá seus negócios em linha com o novo plano de negócios. Todos os funcionários, contratos e ativos serão transferidos para a nova companhia.

Os termos da transação são confidenciais. A Ericsson diz que o desinvestimento não resulterá em taxas de reestruturação significativas. As empresa esperam a conclusão do negócio no terceiro trimestre deste ano.

Já no caso da Red Bee Media, a Ericsson considera que houve progresso significativo tanto em eficiência operacional quanto em economias. Assim, a subsidiária continuará a ser desenvolvida como uma unidade independente e focada nos negócios de mídia, com prioridades na execução da melhoria do desempenho e atividades de separação legal.

Reestruturação

A companhia sueca também anunciou mudanças no time executivo para "fortalecer o foco em inovação". Com isso, cria uma nova área, sob comando de Åsa Tamsons: Business Area Emerging Business, que abordará desenvolvimentos de novos negócios, como 5G e Internet das Coisas. Tamsons assume no dia 1 de abril, e terá como meta o crescimento em estratégia, marketing e vendas, tecnologia e telecomunicações na Europa, Estados Unidos e América Latina. Ela vem da McKinsey & Company, onde trabalhou em escritórios em San Francisco e São Paulo.

A Ericsson também simplificou sua estrutura de grupo, passando de seis funções para quatro. A maior parte do grupo de tecnologia e negócios emergentes, incluindo as responsabilidades do escritório do CTO e de pesquisa, serão parte da Business Area Emerging Business.

A partir do dia 1 de fevereiro, as áreas de marketing e comunicações e de sustentabilidade e relações públicas serão fundidas no novo grupo Marketing e Relações Corporativas. Essa divisão será comandada por Helena Norman, até então diretora de marketing e comunicação. A diretora de sustentabilidade, Elaine Weidman, decidiu sair da empresa. E após a fase de transformação e crescimento, Ulf Ewaldsson decidiu não comandar a área de serviços digitais, assumindo então como conselheiro do CEO, Borje Ekholm.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O Forum das Operadoras Alternativas é um seminário no qual se discute o uso de novas tecnologias, frequências de espectro e modelos de negócios para a construção de redes sem fio para o provimento de acesso à Internet e aplicações de Internet das Coisas (IoT). A organização é uma parceria entre Mobile Time e Teletime.

Público alvo: Executivos das áreas de TI, operações, marketing e desenvolvimento de negócios de grandes empresas com projetos de IoT e MVNO, operadoras de telecomunicações, provedores de Internet e fornecedores de infraestrutura de telecom

26 de Março
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
EVENTOS

Primeiro encontro destinado ao debate do uso de novas tecnologias, frequências de espectro e modelos de negócios para a construção de redes sem fio para o provimento de acesso à Internet e aplicações de Internet das Coisas (IoT

26 de Março
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
Top