OUTROS DESTAQUES
Satélites
Hughes arremata a quarta posição orbital em leilão
terça-feira, 30 de agosto de 2011 , 21h36 | POR HELTON POSSETI

A Hughes arrematou por R$ 35,219 milhões a quarta e última posição orbital licitada pela Anatel nesta terça, 30. Ao contrário das três etapas anteriores, a vencedora escolheu uma posição que não constava da lista de posições em processo de coordenação ou notificação em nome do Brasil junto à UIT – a posição 68,5º Oeste. A companhia solicitou o uso da banda Ku para broadcast e da banda Ka e banda X.
João Carlos Albernaz, gerente-geral de satélites da Anatel, explica que é permitida a opção por uma faixa de frequência cujo processo de coordenação ainda não começou, desde que a companhia observe as regras colocadas no edital como garantia de cobertura de 100% do território brasileiro, capacidade mínima para o Brasil de 50% do total de transponders em cada faixa, entre outras.
O próximo passo, segundo Albernaz, é a vencedora solicitar à Anatel que informe a UIT sobre a ocupação da faixa. A partir disso, a UIT dará início ao processo de coordenação, que inclui negociação com vizinhos para eventuais ajustes de posição.
Recurso
A quarta etapa da licitação teve outra diferença importante em relação às outras em que as empresas concordaram em abrir mão do prazo para recurso. Nesse caso, a StarOne não abriu mão do prazo. Segundo técnicos da área de satélite, é muito grande a chance de a posição 68,5º Oeste causar interferência na posição 70º Oeste – que está apenas a 1,5º de distância – escolhida pela StarOne. Executivos da StarOne, entretanto, se recusaram a confirmar se o motivo do recurso é uma eventual interferência na posição 70º Oeste. O prazo para recurso, que fica aberto para qualquer interessado, vai até as 18h do dia 2 de setembro.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O Painel TELEBRASIL, mais tradicional encontro de posicionamento do setor de telecomunicações, discutirá em 2018 os rumos da indústria depois do ciclo de sucesso completado com os 20 anos da privatização do sistema estatal de telecomunicações. A realidade da Internet das Coisas, a chegada da tecnologia de 5G, a necessidade um ambiente mais flexível e dinâmico para os investimentos essenciais a esta nossa etapa e um modelo preparado para o futuro são alguns dos desafios em debate, com presença dos presidentes das principais empresas prestadoras de serviços e provedoras de tecnologias, além de autoridades, reguladores e especialistas.
Em sua edição de número 62, o Painel TELEBRASIL 2018 ganha um dia a mais de debates, com mais espaço e oportunidades para a troca de informações, relacionamento e atualização, tanto para profissionais da indústria quanto para reguladores e formuladores de políticas, que têm acesso gratuito ao evento (mediante inscrição prévia). É o espaço em que as principais lideranças da indústria marcam posição em relação a estratégias, tecnologias e políticas públicas neste novo ciclo.

22 de Maio a 24 de Maio
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
EVENTOS

Evento oficial da Associação Brasileira de Empresas de Telecomunicações, o Painel TELEBRASIL, mais tradicional encontro de posicionamento do setor. É o espaço em que as principais lideranças da indústria marcam posição em relação a estratégias, tecnologias e políticas públicas.

22 de Maio a 24 de Maio
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
Top