OUTROS DESTAQUES
Espectro
Uso compartilhado de frequências entre serviços diferentes é debatido na Anatel
quinta-feira, 30 de abril de 2015 , 16h36 | POR LÚCIA BERBERT

Compartilhamento de frequências entre serviços diferentes e em caráter primário poderá ser adotado no País, a partir da aprovação da nova regulamentação de uso de espectro, em elaboração na Anatel. A agência entende que esta é uma forma de alocar espectro no curto espaço e já existem tecnologias capazes de dividir o uso de frequências com segurança.

O modelo de licença Authorised Shared Access (ASA), que vem sendo desenvolvido por empresas lideradas pela Qualcomm e que usa espectro não-licenciado, poderá ser usado sem restrições; porém, ainda está em fase de testes em países da Europa. Já a utilização dos chamados White Space, a banda de guarda entre os canais utilizados para o broadcast de TV na frequência de 470 MHz, ainda dependeria de que destinação no Brasil para outros serviços, como o de banda larga, o que ainda não está no radar da Anatel.

Os White Spaces já estão sendo usada nos Estados Unidos, inclusive compartilhando espectro da Marinha daquele país, que ocupa o espectro próximo ao litoral, com aplicações privadas. Segundo o conselheiro Igor de Freitas, o uso eficiente do espectro é uma preocupação constante da Anatel e justificou a realização do Seminário de Gestão de Espectro, realizado nesta quinta-feira, 30, em Brasília.

Para o professor da UnB, Ugo Dias, o uso oportunista do espectro, seja em qualquer tecnologia, trará benefícios inestimáveis para a inclusão digital na zona rural. Mas ele tem preferência pelo uso dos White Spaces com rádio cognitivo porque possibilita um número maior de soluções para compartilhamento de espectro utilizando os espaços vazios do espectro entre os canais de UHF.

Já para o diretor da Qualcomm, Francisco Giacomini, além de poder ser usada tão logo o regulamento seja aprovado, o modelo ASA garante a qualidade dos serviços compartilhados. Os testes desse modelo de licença estão usando as faixas de 3,4 GHz e 2,7 GHz.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top