OUTROS DESTAQUES
Divisão da Telebrás prejudicou teles celulares
terça-feira, 30 de março de 1999 , 21h15 | POR REDAÇÃO

Para o diretor de negócios da holding, Jorge Luiz Frederich, a separação das empresas celulares das fixas, ainda no sistema Telebrás, foi como uma cirurgia em gêmeos xipófagos. Ou seja, órgãos essenciais que eram compartilhados acabaram ficando de um lado ou de outro e nos seis meses pós-privatização houve a necessidade de criar estruturas próprias. Por exemplo, o sistema de caixa postal no Mato Grosso é da Telemat fixa (Tele Centro Sul), que presta serviço para o celular. Já a emissão de contas era feita de forma diversa em cada empresa, e só recentemente foi unificada dentro de um novo modelo. O processo de mudança durou três meses e houve 2% de reclamações, o que pode ser pouco para um processo de mudança, mas fica muito acima dos índices estabelecidos pela Anatel, que considera razoável até três contas erradas em cada mil.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME. Mais informações pelo email eventos@teletime.com.br

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME.

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
Top