OUTROS DESTAQUES
CRISE DA OI
Anatel quer evitar descontinuidade do serviço prestado pela Oi
terça-feira, 30 de janeiro de 2018 , 19h54

A Anatel vai seguir acompanhando a execução do pano de recuperação judicial da Oi para ter garantia de que haverá continuidade do serviço. A informação é do superintendente executivo da agência, Carlos Baigorri, que nesta terça-feira, 31, em declaração durante a reunião do Conselho Consultivo da agência. Ele afirmou, ainda, que a medida é necessária, uma vez que "há o risco de o plano não ser cumprido, caso algum dos credores decida pedir falência da operadora".

O superintendente reforçou que Anatel não pretende acionar a Justiça contra o plano, mesmo tendo votado contra na assembléia que aprovou o plano de recuperação da companhia. "Cabe à Advocacia Geral da União acionar o Judiciário", reforçou. Ele afirmou, entretanto que a agência deverá, também, anuir previamente as alterações de controle da empresa, para evitar que novos controladores tenham participações em outras operadoras.

Ele lembrou que a obrigação regulamentar da operadora é manter o serviço de telefonia fixa, e consequentemente banda larga, que é prestado utilizando a infraestrutura da rede fixa. No que se refere ao Serviço Móvel Pessoal (SMP), Baigorri destacou que a preocupação é menor, já que operadora detém 18% do mercado em que atua. "Neste caso, o mercado absorve os clientes, no caso de uma falência", avalia.

COMENTÁRIOS

2 Comentários

  1. Eri disse:

    Anatel precisa deixar a Oi seguir em frente… Nao acredito em uma reviravolta a essa altura do campeonato.

  2. agenor lucena disse:

    A oi precisa é investir,aqui na minha cidade a 20 anos ele vende 600k de velocidade de velox,em mais de 20 anos ela ainda oferece a mesma velocidade,em poucos clientes sortudos ela conseguiu migrar par 1 mega, isso é uma vergonha,já movél funciona só em 2GM Porque o 3G foi instalado a 3 anos e nunca funcionou aqui, 100% inoperante,quem tiver duvidas é so vir aqui no meu municipio de CAMPESTRE DO MARANHAO,localizado a 73 km ada segunda maior cidade do estado do maranhao, imperatriz.A oi aqui no interior do Maranhao já faliu a muito tempo.isso é uma vergonha nacional.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME. Mais informações pelo email eventos@teletime.com.br

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME.

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
Top