OUTROS DESTAQUES
Resultados confirmam distorções previstas no mercado
quarta-feira, 30 de Janeiro de 2002 , 22h36 | POR REDAÇÃO

É verdade que o setor de telecomunicações, responsável por mais de 40% da composição do Ibovespa, está caindo mais que a média do mercado. Menos porém do que a diferença de 12 pontos entre Itel e Ibovespa, de acordo com analistas. A diferença tão grande é atribuída aos pesos relativos do Itel. Embratel, por exemplo, que participa com um total de 6,3% no Ibovespa, tem um peso de 9,2% no Itel.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet. Organizado há 17 edições pela TELETIME e pelo Centro de Estudos de Políticas de Comunicações da Universidade de Brasília (CCOM/UnB), o evento congrega reguladores, formuladores de políticas, acadêmicos, empresas e analistas para um debate aberto sobre os temas mais relevantes e que serão referência ao longo do ano. Em 2018, estão em discussão uma agenda possível para o setor, o impacto do cenário eleitoral sobre as telecomunicações, a atuação  do Congresso Nacional sobre as políticas do setor de telecomunicações e Internet e as referências regulatórias internacionais.

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top