OUTROS DESTAQUES
Liberação total, só depois de 2005
quinta-feira, 29 de novembro de 2001 , 21h12 | POR REDAÇÃO

Como existem as regras de abrangência, não se pode dizer que o mercado de telecomunicações esteja completamente liberado. Isso só deve acontecer, segundo o planejamento da Anatel, a partir de 2005, quando será possível pedir autorizações para qualquer modalidade de serviço de telefonia fixa sem nenhum compromisso. Essa decisão foi tomada pela Anatel depois da constatação que nem mesmo as espelhos conseguiram entrar em todos os mercados em que haviam se comprometido. Entre 2002 e 2005, as empresas poderão pedir autorizações (vale lembrar que não existe mais licitação) quando quiserem, e seus compromissos de abrangência decaem quanto mais próximo de 2005 se estiver.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet. Organizado há 17 edições pela TELETIME e pelo Centro de Estudos de Políticas de Comunicações da Universidade de Brasília (CCOM/UnB), o evento congrega reguladores, formuladores de políticas, acadêmicos, empresas e analistas para um debate aberto sobre os temas mais relevantes e que serão referência ao longo do ano. Em 2018, estão em discussão uma agenda possível para o setor, o impacto do cenário eleitoral sobre as telecomunicações, a atuação  do Congresso Nacional sobre as políticas do setor de telecomunicações e Internet e as referências regulatórias internacionais.

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top